Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1021865
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Solos - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Data do documento: 13-Ago-2015
Tipo do Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Autoria: PRADO, R. B.
NOVO, E. M. L. M.
Informaçães Adicionais: RACHEL BARDY PRADO, CNPS; E. M. L. M. NOVO, INPE.
Título: Modeling pollution potential input from the drainage basin into Barra Bonita reservoir, São Paulo - Brazil.
Edição: 2015
Fonte/Imprenta: Brazilian Journal of Biology, São Carlos, SP, v. 75, n. 2, p. 314-323, 2015.
Idioma: en
Palavras-chave: Geotecnologia
Poluição difusa
Análise multicritérios
Gestão de bacias hidrográficas.
Conteúdo: Este estudo aplica ferramentas de modelagem multicritério para mapear a distribuição espacial do potencial de contribuição da bacia de drenagem para a poluição do reservatório de Barra Bonita, Estado de São Paulo, Brasil. A bacia de drenagem Barra Bonita passou por intensas alterações no uso e cobertura da terra, incluindo um rápido aumento na conversão de pastagens em cana-de-açúcar nas últimas décadas. Assim sendo, este estudo contribui com a demanda de informação sobre os fatores (critérios) que afetam o potencial de poluição das bacias de drenagem através da construção de um Sistema de Informação Geográfica (SIG), com sua distribuição espacial ao nível de sub-bacia. A base de dados foi alimentada por diversos órgãos públicos, que forneceram informações georreferenciadas sobre a geomorfologia da bacia de drenagem, pedologia, geologia, rede de drenagem e precipitação. Imagens do satélite Landsat e ferramentas de geoprocessamento permitiram a obtenção do mapa de uso e cobertura da terra referente ao ano de 2002. Especialistas definiram as classificações e pesos de cada critério subsidiando o processo da modelagem. Obteve-se que o potencial sub-bacia para poluir o reservatório varia amplamente de um critério para o outro. Se somente o uso da terra for analisado, por exemplo, menos de 50% da área da bacia é classificada como tendo alto potencial de poluição da água do reservatório em questão. Essa área de alto potencial, nesse caso está associada às regiões mais próximas ao reservatório, indicando ser crucial a criação de áreas e preservação em sub-bacias próximas às margens do reservatório. Apesar da subjetividade envolvida no processo de ponderação, a análise multi-critério utilizada nesta pesquisa mostrou ser uma importante ferramenta para simulação de cenários que possam fornecer suporte às políticas de ordenamento e uso adequado da terra em nível de sub-bacia, visando à proteção dos recursos hídricos.
Thesagro: Qualidade da Água.
Ano de Publicação: 2015
Aparece nas coleções:Artigo em periódico indexado (CNPS)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015026.pdf2,29 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace