Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1022219
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Amapá - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Data do documento: 18-Ago-2015
Tipo do Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Autoria: LIMA, D. P. de
SANTOS, C.
SILVA, R. de S.
YOSHIOKA, E. T. O.
BEZERRA, R. M.
Informaçães Adicionais: DANIEL PANDILHA DE LIMA, Universidade Federal do Amapá. Programa de Pós-Graduação em Biodiversidade Tropical.; CESAR SANTOS, CPAF-AP; ROBERTO DE SOUZA SILVA, Universidade Federal do Amapá. Programa de Pós-Graduação em Biodiversidade Tropical.; ELIANE TIE OBA YOSHIOKA, CPAF-AP; ROBERTO MESSIAS BEZERRA, Universidade Federal do Amapá. Laboratório de Absorção Atômica e Bioprospecção.
Título: Contaminação por metais pesados em peixes e água da bacia do rio Cassiporé, estado do Amapá, Brasil.
Edição: 2015
Fonte/Imprenta: Acta Amazônica, Manaus, v. 15, n. 4, p. 405-414, 2015.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Comunidade ribeirinha
Ictiofauna
Risco à saude
Conteúdo: A participação dos metais pesados nas reações químicas do metabolismo dos peixes tornou esses elementos um dos principais focos nos estudos de contaminação. O objetivo deste estudo foi determinar as concentrações dos metais Cd, Cr, Cu, Pb, Zn e Hg no tecido muscular de peixes da bacia do rio Cassiporé (Estado do Amapá) e ambiente, visando avaliar os riscos de contaminação. As concentrações de Cd em Plagioscion squamosissimus(1,061 µg g-1) e Pb em Poptella compressa(4,280µg g-1) apresentaram valores que ultrapassam os limites estabelecidos pela legislação brasileira. As concentrações de Cr em P. compressa(0,937 ± 0,5 µg g-1), Pimelodella cristata(0,463 ± 0,03 µg g-1) e Cyphocharax gouldingi (0,364 ± 0,12 µg g-1), bem como de Hg em P. squamosissimus(0,670 µg g-1), Pseudoplatystoma fasciatum(0,630 µg g-1), Hoplias malabaricus (0,570 µg g-1 e Serrasalmus rhombeus(0,548 µg g-1) foram acima do limite legal. A coluna d?água apresentou altas concentrações de metais pesados em todos os pontos analisados, mostrando uma contaminação dessa bacia. Portanto, essas elevadas concentrações de metais pesados no ambiente e tecido muscular dos peixes indicam um elevado grau de contaminação na bacia do rio Cassiporé e risco a saúde do homem.
Thesagro: Cromo
Mercúrio
Ano de Publicação: 2015
Aparece nas coleções:Artigo em periódico indexado (CPAF-AP)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CPAFAP2015Contaminacaopormetaispesadospeixes.pdf940,13 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace