Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1022678
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Amazônia Oriental - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Data do documento: 25-Ago-2015
Tipo do Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Autoria: PIMENTEL, D. C. R.
ABREU, Y. F. B. de
LEÃO, N. V. M.
SHIMIZU, E. S. C.
Informaçães Adicionais: Dayara Caroline Raiol Pimentel, GRADUANDA UFRA; Yago Felipe Bricio de Abreu, GRADUANDO UFRA; NOEMI VIANNA MARTINS LEAO, CPATU; ELIZABETH SANTOS CORDEIRO SHIMIZU, CPATU.
Título: Morfometria de sementes de fava de rosca (Enterolobium schomburgkii Benth. Fabaceae) oriundas de diferentes procedências.
Edição: 2015
Fonte/Imprenta: In: SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, 19.; SEMINÁRIO DE PÓS-GRADUAÇÃO DA EMBRAPA AMAZÔNIA ORIENTAL, 3., 2015, Belém, PA. Anais. Belém, PA: Embrapa Amazônia Oriental, 2015.
Páginas: p. 70-73.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Espécie florestal
Variabilidade.
Conteúdo: A fava-de-rosca é uma espécie heliófila que pode chegar até 30 m de altura, fixadora de nitrogênio, exclusiva de matas pluviais podendo ser utilizada para a recuperação de áreas degradadas. O objetivo deste trabalho foi avaliar as características morfométricas das sementes de fava-de-rosca provenientes de duas procedências do Estado do Pará. As sementes foram coletadas nos municípios de Belterra e Tucuruí (PA). Foram separadas 100 sementes de cada procedência e, realizada a biometria utilizando o paquímetro digital, mensurando comprimento, largura e espessura (mm), obteve-se também a massa expressa em miligrama de cada semente. Além das mensurações citadas foram avaliados: o teor de umidade e o número de sementes por quilogramas para a caracterização dos lotes. Análise das características biométricas foi realizada através de técnicas de estatística descritiva e apresentada em forma de boxplot construído através do programa estatístico R. O lote de sementes coletados no município de Belterra apresentou 19.048 sementes por quilograma, com 7, 6% de teor de umidade, enquanto que o lote proveniente do município de Tucuruí apresentou 14.262 sementes por quilograma, com 11, 9 % de teor de umidade. As sementes não apresentaram diferenças no aspecto biométrico com relação à procedência.
Thesagro: Biometria.
Ano de Publicação: 2015
Aparece nas coleções:Artigo em anais de congresso (CPATU)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Pibic201514.pdf306,89 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace