Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1022679
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Amazônia Oriental - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Data do documento: 25-Ago-2015
Tipo do Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Autoria: ARAUJO, D. X.
LAMEIRA, O. A.
ASSIS, R. M. A. de
COSTA, M. P. da
Informaçães Adicionais: Diene Xavier Araujo, BOLSISTA UFPA; OSMAR ALVES LAMEIRA, CPATU; Rafael Marlon Alves de Assis, BOLSISTA PIBIC; Marly Pedroso da Costa, UFPA.
Título: Efeito da concentração de sais do meio MS e do BAP na multiplicação de brotos de curauá (Ananas comosus var. erectifolius (L. B. Smith) Coppens & F. Leal, Bromeliaceae) cultivados in vitro.
Edição: 2015
Fonte/Imprenta: In: SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, 19.; SEMINÁRIO DE PÓS-GRADUAÇÃO DA EMBRAPA AMAZÔNIA ORIENTAL, 3., 2015, Belém, PA. Anais. Belém, PA: Embrapa Amazônia Oriental, 2015.
Páginas: p. 74-76.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: In vitro
Multiplicação.
Conteúdo: O curauá (Ananas comosus var. erectifolius (L. B. Smith) Coppens& F. Leal, Bromeliaceae) é uma planta nativa da Amazônia que apresenta um alto interesse econômico, devido a grande resistência fibrosa encontrada em suas folhas. O cultivo in vitro do curauá surgiu como alternativa na propagação clonal de mudas com intuito de suprir a demanda do mercado em curto período de tempo. Portanto, o trabalho teve como objetivo avaliar o efeito de diferentes concentrações de sais na composição do meio líquido MS combinado com BAP sobre a multiplicação de brotos de curauá. As concentrações de sais no meio MS foram completa, ½ e ¼ combinados com 3,0 e 4,0 mg.L-1 de BAP, totalizando seis tratamentos com quatro repetições. A concentração completa de sais do meio MS adicionada de 3mg.L-1 de BAP apresentou maior (13,5) média do número e maior comprimento (2,37 cm) de brotos. A menor (2,25) média do número e menor comprimento (0,75 cm) de brotos foram obtidas, respectivamente, pelos tratamentos contendo ¼ de sais do meio MS complementado com 3mg.L-1 de BAP e ¼ de sais do meio MS suplementado com 4mg.L-1 de BAP. A concentração completa dos sais minerais do meio MS é a mais eficiente na formação e desenvolvimento de brotos de curauá, com a adicção de 3,0 ou 4,03 mg.L-1 de BAP. A redução da concentração de sais minerais na composição do meio MS diminui a ação do BAP na formação de brotos de curauá
Thesagro: Curaua.
Ano de Publicação: 2015
Aparece nas coleções:Artigo em anais de congresso (CPATU)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Pibic201515.pdf214,73 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace