Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1025073
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Soja - Resumo em anais de congresso (ALICE)
Data do documento: 25-Set-2015
Tipo do Material: Resumo em anais de congresso (ALICE)
Autoria: BELLO, V. H.
SOARES, R. M.
Informaçães Adicionais: V. H. BELLO, UNESP; RAFAEL MOREIRA SOARES, CNPSO.
Título: Avaliação de diferentes métodos de inoculação de Curtobacterium flaccumfaciens pv. flaccumfaciens em plantas de soja.
Edição: 2015
Fonte/Imprenta: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE FITOPATOLOGIA, 48.; CONGRESSO BRASILEIRO DE PATOLOGIA PÓS COLHEITA, 2., 2015, São Pedro, SP. Fitopatologia de precisão - fronteiras da ciência: anais. [Brasilia, DF]: Sociedade Brasileira de Fitopatologia, 2015.
Idioma: pt_BR
Conteúdo: Curtobacterium é um patógeno de recente ocorrência na cultura da soja no Brasil. Há poucos relatos sobre a resistência de cultivares a essa bactéria. Faz-se necessário estabelecer uma metodologia padrão para testar linhagens de soja quanto à resistência a Curtobacterium. Assim esta pesquisa teve como objetivo avaliar a eficácia de diferentes métodos de inoculação da fitobactéria em plantas de soja. O trabalho foi realizado na Embrapa Soja, com a cultivar BRS 184, no qual consistiu em avaliar os métodos de inoculação do pincel, da tesoura e do garfo, relacionando a diferentes épocas de inoculação, de acordo com o estádio da planta: folha unifoliolada, 1° trifólio, 2° trifólio, 3° trifólio e 4° trifólio. Foram realizadas avaliações de severidade no período de sete e 14 dias após inoculação (DAI). As notas de severidade variaram para a inoculação com o pincel e o garfo, no qual na folha unifoliolada não apresentaram sintomas aos sete DAI, já aos 14 DAI apresentaram sintomas. Com o método da tesoura aos 14 DAI, na folha unifoliolada e no 3° trifólio, ocorreram às maiores notas. Os resultados demonstram que a partir do primeiro trifólio, independente dos métodos de avaliação, as idades são adequadas para a seleção de genótipos. Dentre os métodos de inoculação, todos demonstraram bons resultados, porem o método da tesoura foi considerado o melhor pela facilidade de trabalho. Conclui-se que as idades de plantas interferem na expressão da doença e o método de inoculação mais adequado é o método da tesoura.
Thesagro: Soja
Doença de Planta
Bactéria.
NAL Thesaurus: Soybeans
Plant diseases and disorders.
Ano de Publicação: 2015
Aparece nas coleções:Resumo em anais de congresso (CNPSO)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
3001.pdf84,34 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace