Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1025854
Title: Caracterização das metaloproteinases (MMPs) no plasma seminal de caprinos sadios e infestados pelo virus da Artrite Encefalite Caprina (CAE).
Authors: PEREIRA, E. P.
Affiliation: Elizângela Pinheiro Pereira.
Date Issued: 2014
Citation: 2014.
Pages: 63 f.
Description: As metaloproteinases estão sendo foco de recentes estudos, que visam buscar biomarcadores para doenças inflamatórias, de tumores e de resistência de animais e humanos às determinadas doenças. Na medicina humana as pesquisas já estão avançadas, enquanto que na medicina veterinária estas ainda são incipientes, principalmente na espécie caprina. Dentre os problema sanitários de caprinos destaca-se a Artrite Encefalite Caprina (CAE) que acomete animais em vária regiões do país, em especial os rebanhos de caprinos leiteiros. Apesar de haver vários tipos testes de diagnóstico eles não conseguem detectar todo o animais positivos levando a sérios problema no controle da enfermidade O estudo das MMP abre possibilidades incrementar este diagnóstico. Portanto, o conhecimento das proteases será de valia pois poderá colaborar para o diagnóstico, prognóstico e na identificação de anti-virais, além de identificar animais mais resistentes, mesmo estando infectados pelo vírus. Este trabalho teve como objetivo investigar a presença e atividade das metaloproteinases (MMPs) em caprinos sadios e acometidos pela CAE. Foram utilizados 12 reprodutores com idade média de 4 anos. Os animais foram divididos em dois grupos experimentais, um composto por animais soropositivos naturalmente para CAE e outro soronegativo, previamente testado através do IDGA e Western Blot. As coletas de sêmen foram realizadas com intervalos de uma semana para os grupos de animais soropositivos e soronegativos, e o plasma, obtido por centrifugação foi avaliado através da Zimografia. As formas latentes e ativas das proMMP-9, MMP-9 e a forma ativa da MMP-2 estão presentes no plasma seminal de caprinos dos dois grupos. Observou-se nos animais soropositivos correlação negativa e significativa entre a proMMP-9 e o vigor (-0,59) (P <0,05), e entre a MMP-2 e o volume do ejaculado (-0,67) (P <0,05), apresentando o grupo dos soropositivos maior concentração espermática do que os negativos, além de que a MMP-1 apresentou maior concentração nos negativos, necessitando de mais pesquisas. Com base nos resultados sugere-se que o vírus da CAE interfere na função das células germinativas e que a atividade das MMPs não foi alterada pela infecção, havendo, no entanto, maior atividade da MMP-1 nos animais negativos, fato esse digno de mais pesquisas. O perfil densitométrico revela que os animais do grupo positivo apresentam maior resposta do organismo ao vírus da CAE, sugerindo seu uso na avaliação de animais com infecções. Abstract: Metalloproteinases are the focus of recent studies which seek biomarkers for human diseases to certain inflammatory diseases, tumors, and resistance of animals. In human medicine studies are already advanced, however, research in veterinary medicine is still poor, especially if we focus on the goats. This study aimed to investigate the presence and activity of matrix metalloproteinases (MMPs) in healthy and infected goats by caprine arthritis encephalitis (CAE). This virus affects goats in various countries, especially in dairy goats. Although there are several types of diagnosis, IDGA, which is a faster technique and does not requires sophisticated equipment, it would be best if its specificity was high and not present false negative results. Therefore, knowledge of proteases, especially MMPs may be of value as contribution to the diagnosis, prognosis and identifying anti-viral medicine, and also identify more resistant animals to CAE. It were used 12 animals with an average age of 4 years. The animals were divided into two experimental groups, one composed of naturally seropositive animals for CAE and other seronegative, previously tested by AGID and Western Blot. The semen collections were made at one week intervals for seropositive and seronegative animals, and the plasma obtained by centrifugation was assessed by zimography. The latent and active forms of proMMP-9, MMP-9 and active forms of MMP-2 are present in seminal plasma of both groups. It was observed in seropositive animals negative correlation between the proMMP-9 and the vigor (-0.59) (P <0.05), and between the MMP-2 and ejaculate volume (-0.67) (P <0.05) and in seropositive group it was identified higher sperm concentration than in negative. The MMP-1 showed a higher concentration in the negative group, result that needs to be investigated. Based on the results it is suggested that the CAE virus interferes on the germ cells function, and the MMPs activity were not altered by infection, exception to MMP-1. The densitometry profile reveals that positive group showed greater response of the body to the CAE virus in chronically infected animals, suggesting it to be used as evaluation of infected animals.
Thesagro: Caprino
Sêmen
Protease
Doença animal
NAL Thesaurus: Goats
Metalloproteins
Keywords: Metaloproteinase
Artrite Encefalite Caprina
CAE
MMPs
CAEV
Caracterização
Proteases
Caprine arthritis encephalit virus
Notes: Dissertação (Mestrado em Zootecnia. Área de Concentração: Produção Animal) - Universidade Estadual Vale do Acaraú, Sobral. Orientadora: Ângela Maria Xavier Eloy (CNPC), Co-orientadora: Fátima Régia Granja Lima.
Type of Material: Teses
Access: openAccess
Appears in Collections:Tese/dissertação (CNPC)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CNPC2014Caracterizacaodasmetaloproteinades.pdf1,14 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace