Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1032546
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Caprinos e Ovinos - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Date Issued: 2015
Type of Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Authors: AZEVEDO, D. A. A. de
ARAÚJO, J. F.
SOUSA, A. L. M. de
DIAS, R. P.
SOUZA, T. S. de
ANDRIOLI, A.
PINHEIRO, R. R.
Additional Information: Dalva Alana Aragão de Azevedo, Pós-graduação - Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA) - Sobral, CE
Juscilânia Furtado Araújo, Graduação - UVA - Sobral, CE
Ana Lídia Madeira de Sousa, Graduação - UVA - Sobral, CE
Ronaldo Pereira Dias, Pós-graduação - Universidade Estadual do Ceará (UECE) - Fortaleza, CE
Thiago Sampaio de Souza, Pós-graduação - Universidade Federal da Bahia - Salvador, BA
ALICE ANDRIOLI, CNPC
RAYMUNDO RIZALDO PINHEIRO, CNPC.
Title: Produção de antígeno de lentivírus de pequenos ruminantes através da cultura celular de membrana nictitante caprina.
Publisher: Revista Brasileira de Medicina Veterinária, v. 37, n. 4, p. 316-320, out./dez. 2015.
Language: pt_BR
Keywords: Cultivo celular
IDGA
LVPR
Cultura microbiana
Lentivirose
AGID
SRLV
Description: Resumo: Os Lentivírus de Pequenos Ruminantes (LVPR) pertencem à família Retroviridae e causam enfermidades crônicas e progressivas, conhecidas como artrite-encefalite caprina em caprinos e maedi-visna em ovinos. As células da linhagem monocítico fagocitária são os principais alvos do vírus no organismo animal, que não consegue desenvolver resposta imune curativa. Baseando-se no fato de que a membrana nictitante (MN) sofre naturalmente infecção, no organismo do animal, por estes vírus, objetivou-se avaliar se essas são passiveis para o cultivo e se possuem bom crescimento em cultura, visando à produção de antígeno de lentivírus caprino (LVC) para técnica de imunodiagnóstico. Sendo assim, realizou-se explant de células de MN de um animal negativo para LVPR. Essas células foram sub-cultivadas por tripsinização e então inoculadas com a cepa padrão CAEV Cork. Os sobrenadantes foram coletados, clarificados por centrifugação a 3.300g e concentrados em sistema AMICON®. Após realizou-se o teste de Imunodifusão em Gel de Agarose (IDGA) do antígeno produzido. As células de MN demonstraram bom crescimento em cultura, foram permissíveis ao LVC e com isso pôde-se produzir antígeno, o qual apresentou uma evidente linha de precipitação no teste. [Caprine nictitating membrane cell culture for production of small ruminants lentivirus antigen.]. Abstract: Small Ruminants lentivirus (SRLV) belong to the Retroviridae family and is the etiologic agent of caprine arthritis encephalitis in goats and maedi-visna in sheep. Cells of the monocytic-phagocytic lineage are the main viral targets and infected hosts cannot develop a curative immune response. We evaluated whether nictitating membrane (NM) cells can be cultivated in vitro and also whether it is a feasible system for SRLV antigen production for immunodiagnosis purposes. MN cells were collected from a SRLV negative animal and cultivated in minimal essential media supplemented with bovine fetal serum. Subcultures were inoculated with caprine arthritis encephalitis virus (CAEV) Cork strain, the supernatant was collected, clarified by centrifugation (3.400 g for 20 minutes), concentrated using the AMICON® system. Samples were subjected to agar gel immunodiffusion (AGID) tests. MN cells presented satisfactory performance, were amenable to several subcultivation.
Thesagro: Cultura de célula
Caprino
Antígeno
NAL Thesaurus: Lentivirus
Cell culture
Antigens
Goats
Data Created: 2015-12-29
Appears in Collections:Artigo em periódico indexado (CNPC)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
cnpc2015Producaodeantigeno.pdf680,15 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace