Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1036301
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Meio Ambiente - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Data do documento: 5-Fev-2016
Tipo do Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Autoria: SARTORI, C. A.
PESSOA, M. C. P. Y.
SA, L. A. N. de
MEDEIROS, A. G. B.
WILCKEN, C. F.
Informaçães Adicionais: CRISTIANE ALVES SARTORI, PUCCAMP; MARIA CONCEICAO PERES YOUNG PESSOA, CNPMA; LUIZ ALEXANDRE NOGUEIRA DE SA, CNPMA; ALEX GIOVANNY DE BARRSO MEDEIROS, CENIBRA; CARLOS FREDERICO WILCKEN, FCA-UNESP.
Título: Monitoramento do psilídeo-de-concha, do percevejo bronzeado e do bioagente Psyllaephagus bliteus em hortos de Eucalyptus sp. em Minas Gerais em 2014.
Edição: 2015
Fonte/Imprenta: In: CONGRESSO INTERINSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, 9., 2015, Campinas. Anais... Campinas: IAC), 2015. 8 p.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Pragas florestais
Monitoramento
Defesa fitossanitária.
Conteúdo: Resumo: Os plantios florestais brasileiros de eucaliptos e pinus em 2014 totalizaram cerca de 7,74 milhões ha, sendo 5,56milhões ha (72%) de eucaliptos (1.7% maior que 2013). Os principais produtores brasileiros de eucaliptos são Minas Gerais, São Paulo e Mato Grosso do Sul. Ações de monitoramento e controle de pragas florestais australianas, psilídeo-de-concha Glycaspis brimblecombeie percevejo bronzeado Thaumastocoris peregrinus, vem sendo realizadas pelo Programa de Proteção Florestal do Instituto de Pesquisa e Estudos Florestais (PROTEF/IPEF), em projeto cooperativo com as empresas florestais, Embrapa, USP e Unesp.O monitoramento das pragas é necessário para prever situações de surtos populacionais e adequar estratégias de controle. O parasitoide exótico Psyllaephagusbliteus, liberado para controle do psilídeo-de-concha, e as pragas vêm sendo monitorados por cartões armadilha-adesiva amarelos em 23 pontos em três regiões de Minas Gerais: Rio Doce (RD), Guanhães (GU) e Nova Era (NE). Os cartões, trocados a cada 30 dias, são analisados no Laboratório de Quarentena ?Costa Lima? /Embrapa Meio Ambiente, para a identificação/contagem dos insetos, assim como os dados das estações climáticas das áreas. Em 2014, 485 cartões e dados de 9 estações foram avaliados. Somente percevejos bronzeados foram observados, sendo 87,2% na regional RD, 8,2% na GU e 4,6% na NE -período de agosto-dezembro (pico em novembro). O maior nº de pontos com altas quantidades de percevejos localizou-se em áreas de mais baixas altitudes, maiores T_Med, Déficit hídrico e Déficits de pressão de vapor (estações Fábrica e Lagoa Perdida, onde fatores abióticos semelhantes foram observados).
Thesagro: Eucalipto
Praga de planta
Praga exótica
Controle biológico
NAL Thesaurus: Plant pests
Pest monitoring
Glycaspis brimblecombei
Psyllaephagus
Eucalyptus
Ano de Publicação: 2015
Aparece nas coleções:Artigo em anais de congresso (CNPMA)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015AA056.pdf407,5 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace