Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1036744
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Caprinos e Ovinos - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Date Issued: 2015
Type of Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Authors: ALVES, M. M. de A.
CÂNDIDO, M. J. D.
ROCHA, J. E. da S.
CAVALCANTE, A. C. R.
BUENO, L. G.
SANTOS, F. G. R. dos
OLIVEIRA, L. B. de
Additional Information: Maria Monique de Araújo Alves; Magno José Duarte Cândido; JULIANA EVANGELISTA DA SILVA ROCHA, CNPC; ANA CLARA RODRIGUES CAVALCANTE, CNPC; LUICE GOMES BUENO, CNPC; Francisca Gizele Rodrigues dos Santos; Leydiane Bezerra de Oliveira.
Title: Avaliação de características estruturais de acessos de Urochloa mosambicensis.
Publisher: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ZOOTECNIA, 25., 2015, Fortaleza. Dimensões tecnológicas e sociais da zootecnia: anais. Fortaleza: Sociedade Brasileira de Zootecnia, 2015. 3 f.
Language: pt_BR
Keywords: Capim corrente
Capim Urocloa
Fase vegetativa
Fase reprodutiva
Reproductive stage
Vegetative stage.
Feed crops
Feed grasses
Description: Resumo: Com o intuito de melhorar a produção de forragem no semiárido estão sendo introduzidas na região várias espécies de gramíneas, com a finalidade de aumentar os índices de produção animal e diversificação de forragem. Objetivou-se com o referente trabalho fornecer informações sobre características estruturais do capim-corrente. O experimento foi conduzido na casa de vegetação da Embrapa Caprinos e Ovinos, em Sobral, CE. O acompanhamento da dinâmica de desenvolvimento foliar ocorreu no período de março a abril de 2014, obedecendo à metodologia dos perfilhos marcados. O delineamento utilizado foi inteiramente casualizado, com 12 tratamentos e duas repetições. Foi realizada estimativa de biomassa por coleta destrutiva aos 30 dias. Não houve diferença significativa para a maioria dos componentes da biomassa. A variável que apresentou diferença estatística foi a relação LF/C. Para o componente vegetativo a melhor relação LF/C foi em Aust 101P1 e Aust 102P2 e a pior foi em Aust 99P1. Embora não exista diferença na produção total de biomassa entre os acessos, as relações de LF/C e de MV/MM permitem diferenciar os acessos, com destaque para Aust 103. [Structural characterization of Urochloa mosambicensis accesses]. Abstract: In order to improve forage production in the semiarid region are being introduced in several species of grasses, in order to increase animal production rates and diversification of forage. The objective of the related work provide information on structural characteristics of grass-current. The experiment was conducted in the greenhouse at Embrapa Goats and Sheep in Sobral, CE. The monitoring of leaf development dynamics occurred in the period March-April 2014, according to the methodology of marked tillers. The design was completely randomized with 12 treatments and two replications. Biomass estimation was performed by destructive collection after 30 days. There was no significant difference for most biomass components. The variable that showed statistical difference was the LF / C. For the vegetative component the best LF / C was in Aust 101P1 and 102P2 Aust and the worst was in Aust 99P1. Although there is no difference in biomass production among accessions, the sheet of relations: stem and living materials and dead material allow differentiation of access, especially Aust 103.
Thesagro: Urochloa mosambicensis
Gramínea forrageira
Biomassa
NAL Thesaurus: Biomass.
Data Created: 2016-02-12
Appears in Collections:Artigo em anais de congresso (CNPC)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
cnpc2015Avaliacaodecaracteristicas.pdf700,73 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace