Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1040536
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Agrossilvipastoril - Resumo em anais de congresso (ALICE)
Date Issued: 2015
Type of Material: Resumo em anais de congresso (ALICE)
Authors: INÁCIO, J. V. L.
IKEDA, F. S.
MENEGATTI, L.
HELOILA, T.
BIANCHIN, K.
Additional Information: JOÃO VITOR LEAL INÁCIO, UFMT; FERNANDA SATIE IKEDA, CPAMT; LUCAS MENEGATTI, UFMT; THAIS HELOILA, UFMT; KAROLINE BIANCHIN, UFMT.
Title: Seletividade de atrazine com e sem óleo mineral em diferentes estádios de desenvolvimento de milho silagem e braquiária-ruziziensis com sombreamento
Publisher: In: SIMPÓSIO NACIONAL SOBRE PLANTAS DANINHAS EM SISTEMAS DE PRODUÇÃO TROPICAL, 1.; SIMPÓSIO INTERNACIONAL AMAZÔNICO SOBRE PLANTAS DANINHAS, 4., 2015, Sinop. Anais... Sinop: Embrapa Agrossilvipastoril, 2015.
Language: pt_BR
Description: Este trabalho teve como objetivo analisar a seletividade do herbicida atrazine com e sem óleo mineral em diferentes estádios de desenvolvimento de Urochloa ruziziensis cv. Ruziziensis consorciado com milho silagem em área sombreada. O experimento foi realizado em um experimento de ILPF da Embrapa Agrossilvipastoril, Sinop-MT. O delineamento experimental foi de blocos ao acaso com esquema fatorial 3 x 2 + 1 com quatro blocos, sendo três estádios de desenvolvimento na aplicação (0, 14 e 28 dias após a semeadura - DAS). A forrageira foi semeada com 5 kg ha-1 juntamente com o milho. As parcelas foram constituídas por 6 linhas de 3 m com dimensões de 5,40 x 3 m, as mesmas foram instaladas em porção sombreada por eucalipto nas parcelas. O espaçamento entre renques foi de 15 m e o espaçamento entre as árvores desses renques foi de 3 m x 3 m, sendo que o eucalipto apresentava quatro anos de idade. A aplicação foi realizada com pulverizador costal pressurizado a CO2, equipado com barra de seis bicos, e pontas tipo leque XR 110.02, com o volume de aplicação de 200 L ha-1. O herbicida foi aplicado com 2.500 g i.a. ha-1 e nos tratamentos com óleo foi adicionado 0,5% v/v de óleo mineral em mistura com o herbicida. Antes da colheita foram coletados 0,5 m de massa verde U. ruziziensis na linha e entre linha. Três plantas de milho selecionadas por parcela foram colhidas manualmente para avaliação de composição morfológica, onde as plantas foram desmembradas em folhas, colmo, espiga e brácteas; essas foram secas e pesadas para as análises. Os resultados foram analisados por meio da análise de variância com comparação de médias pelo teste lsmeans do SAS 9.1. As variáveis analisadas não diferiram entre os tratamentos, à exceção das avaliações de fitointoxicação aos 7 DAA e 14 DAA. As aplicações realizadas aos 14 DAS com e sem óleo mineral proporcionaram maior fitointoxicação que as demais épocas de aplicação na avaliação aos 7 DAA, assim como aos 14 DAA entre as aplicações com o óleo mineral. Não houve diferença entre as aplicações com e sem óleo mineral para nenhuma época de aplicação. Aos 28 DAA não se observou praticamente nenhuma fitointoxicação para todos os tratamentos. Conclui-se que a aplicação de atrazine com e sem óleo mineral é seletiva para o consórcio de milho silagem com U. ruziziensis cv. Ruziziensis em áreas sombreadas por eucalipto.
Thesagro: Atrazina
Brachiaria ruziziensis
Data Created: 2016-03-10
Appears in Collections:Resumo em anais de congresso (CPAMT)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2015cpamtikedaatrazinemilhosilagembrachiariasombreamento.pdf144,53 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace