Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1047901
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Amazônia Oriental - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Date Issued: 2016
Type of Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Authors: SANTOS, L. S. dos
GUTIERREZ, C. B. B.
DIAS, N. de M.
MARTORANO, L. G.
PONTES, A. N.
Additional Information: Leonardo Sousa dos Santos, MESTRANDO UEPA; Carlos Benedito Barreiros Gutierrez, MESTRANDO UEPA; Nayara de Miranda Dias, MESTRANDA UEPA; LUCIETA GUERREIRO MARTORANO, CPATU; Altem Nascimento Pontes, UEPA.
Title: Zonas úmidas nas bacias dos rios Murucutu e Aurá para identificar áreas suscetíveis a contaminantes.
Publisher: Enciclopédia Biosfera, v. 13, n. 23, p. 1608-1617, 2016.
Language: pt_BR
Keywords: Álgebra de mapas
Análise especial
AHP
SRTM
Description: O objetivo neste trabalho foi identificar zonar úmidas nas bacias hidrográficas dos rios Murucutu e Aurá (BHMA) para identificar áreas suscetíveis a contaminantes. Técnicas de manipulação e análises de dados matriciais de Modelo Digital de Elevação (MDE) permitiram a delimitação de áreas úmidas em decorrência de enchente e/ou alagamento. Características físicas da bacia (declividade, uso e cobertura do solo e altimetria) foram usadas em álgebra de mapas em Sistema de Informação Geográfica (SIG). A partir de critérios de ponderação foram gerados novos planos de informação (PIs). Fez-se a reclassificação nos planos de informação gerados e atribui-se pesos para aplicação do método de Análise Hierárquica Ponderada (AHP). Os pressupostos metodológicos de geomática possibilitaram a delimitação de zonas com muito alta e alta umidade. Os resultados apontaram que cerca de 56% dessas bacias estão suscetíveis a contaminantes, principalmente pelo chorume que apresenta pode ser transportado pelo lixão do Aurá. Conclui-se que como mais da metade da BHMA possui zonas com muito alta e alta umidade, os efeitos decorrentes de contaminantes pode ser intensificado em eventos de chuvas extremas e marés altas. O ponto de conexão entre as duas bacias evidencia que o transporte de contaminantes pode ameaçar os mananciais de Bolonha e Água Preta que abastecem Belém e Ananindeua.
Data Created: 2016-06-27
Appears in Collections:Artigo em periódico indexado (CPATU)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
zonasumidas.pdf809,71 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace