Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/105428
Unidade da Embrapa/Coleção:: Área de Informação da Sede - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Data do documento: 15-Ago-2001
Tipo do Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Autoria: AVILA, V.S. de
LEDUR, M.C.
BARIONI JUNIOR, W.
SCHMIDT, G.S.
COSTA, C.N.
Título: Desempenho e Qualidade de Carcaca em Linhagens Comerciais de Frangos de Corte.
Edição: 1993
Fonte/Imprenta: Pesquisa Agropecuaria Brasileira, Brasilia, v.28, n.6, p.649-656,jun.1993
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Aves
desempenho
rendimento de carcaca
gordura abdominal
correlacoes fenotipicas
Conteúdo: Frangos de corte das linhagens comerciais Arbor Acres (AA), Pilch (PL), Cobb (CB) e Hubbard (HB) foram avaliados para comparar caracteristicas de desempenho e carcaca. O experimento constou de 3 grupos: machos (M), femeas (F) e misto (M+F). As caracteristicas avaliadas foram: consumo de racao (CR), ganho de peso (GP), conversao alimentar (CA) e viabilidade (VB) até 49 dias. Foi utilizado um grupo de 20 aves por parcela como unidade experimental. Aos 50 dias de idade, retiraram-se ao acaso uma ave de cada parcela M e F e um macho e uma femea da parcela MF, para avaliacao do rendimento de carcaça (RC), porcentagem de gordura abdominal em relacao ao peso vivo (PGA) e ao peso da carcaca eviscerada (PCE). Diferencas significativas de CA, (P < 0,05) foram observadas entre linhagens, tendo a linhagem PL apresentado o melhor resultado. Quanto as caracteristicas de carcaca, a linhagem CB apresentou menor PC e a AA menor RC, em relacao as demais. O efeito do grupo foi significativo (P < 0,05) sobre todas as caracteristicas avaliadas, com excecao da VB. As femeas apresentaram menores PV, PC e RC, e maiores PGA e PCE que os machos. Correlacoes fenotipicas significativas foram observadas entre PV e PC (r=0,98); PCE e RC (r=0,52); PV e RC (r=0,35). Resultados semelhantes foram encontrados, quando se levou a linhagem em consideracao, com excecao da HB, na qual a correlacao entre PV e RC nao foi importante.
Ano de Publicação: 1993
Aparece nas coleções:Artigo em periódico indexado (AI-SEDE) / Embrapa Informação Tecnológica (SCT)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
pab01jun93.pdf345,56 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace