Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/105679
Unidade da Embrapa/Coleção:: Área de Informação da Sede - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Data do documento: 14-Set-2001
Tipo do Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Autoria: STORCK, L.
VENCOVSKY, R.
Título: Novo Modelo para Avaliacao da Estabilidade de Cultivares.
Edição: 1992
Fonte/Imprenta: Pesquisa Agropecuaria Brasileira, Brasilia, v.27, n.8, p.1201-1211, ago.1992
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: regressao linear
curva exponencial
variacao ambiental
Conteúdo: Para uma ampla faixa de variacao do ambiente, pode-se admitir que o comportamento de uma cultivar obedeca a uma forma de curva exponencial dada pelo modelo E(Yi) = K.A.BXi, o qual foi substituido por um modelo denominado de «bi-segmentado descontinuo», com a seguinte caracterizacao: Yij = b0i+b1itj+b2itjZj+b3iZj+dij+Îij para a cultivar i, onde: b0 e o valor de Y no ponto tj = 0 do primeiro segmento; b1 mede a inclinacao do primeiro segmento de reta; b2 mede a diferenca de inclinacao entre os dois segmentos de reta; b3 mede a descontinuidade entre os dois segmentos de reta; Îij e o desvio do modelo, Îij e o erro associado ao estimador Yij; tj e o efeito ambiental, e Zj= se tj >0; e Zj = 0 se tj£0. Foi verificado que a eficiencia do novo modelo em substituir a curva exponencial foi acima de 99%. Com base nas estimativas de b1, b2 e b3, pode-se identificar a posicao relativa de uma cultivar sobre a curva toda para compara-la com as outras cultivares visando sua selecao. Analisou-se um grupo de 33 cultivares de milho, em 19 locais do RS, foram analisados pelo modelo.
Ano de Publicação: 1992
Aparece nas coleções:Artigo em periódico indexado (AI-SEDE) / Embrapa Informação Tecnológica (SCT)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
pab16ago92.pdf382,45 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace