Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1058735
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Amazônia Oriental - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Date Issued: 2016
Type of Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Authors: OLIVEIRA, C. S. A.
LAMEIRA, O. A.
RIBEIRO, F. N. S.
ROCHA, T. T.
ASSIS, R. M. A. de
Additional Information: C. S. A. OLIVEIRA, UFRA; OSMAR ALVES LAMEIRA, CPATU; F. N. S. RIBEIRO, ESTAGIÁRIO CPATU; T. T. ROCHA, ESTAGIÁRIO CPATU; R. M. A. de ASSIS, ESTAGIÁRIO CPATU.
Title: Fenologia e prospecção fitoquímica do jaborandi (Pilocarpus microphyllus Stapf ex Holmes).
Publisher: Revista Brasileira de Plantas Medicinais, Campinas, v. 18, n. 2, p. 621-627, 2016. Suplemento I.
Language: pt_BR
Keywords: Constituintes químicos.
Description: O estudo fenológico tem como finalidade determinar o ritmo sazonal dos eventos do ciclo de vida da planta, como floração e frutificação. Estes eventos são determinados por uma série de fatores, como: alternância de períodos chuvosos ou não chuvosos, intensidade da radiação solar, entre outros. A fitoquímica tem por objetivos conhecer os constituintes químicos de espécies vegetais ou avaliar sua presença. O presente trabalho teve como objetivo realizar a caracterização fenológica e a prospecção fitoquímica de folhas de jaborandi. A área de estudo para a avaliação do material vegetal foi o Banco Ativo de Germoplasma de Jaborandi da Embrapa Amazônia Oriental, situada no município de Belém-PA. Os acessos escolhidos foram: Merck, cultivado a pleno sol e à sombra; Japonês e Bonal 4, cultivados a pleno sol. Os registros foram realizados diariamente por um período de 28 meses correspondendo a agosto de 2010 a dezembro de 2012, de cinco plantas/acesso e organizados para demonstração mensal, através de fichas com a numeração respectiva das plantas, com registro de presença ou ausência das fenofases, floração e frutificação. A determinação do peso seco das amostras coletadas dos acessos foi realizada no Laboratório de Agroindústria da Embrapa Amazônia Oriental, onde, após a triagem e remoção das impurezas, as folhas foram cortadas, pesadas, colocadas em bandejas de inox e secas em estufa com circulação mecânica (FANEM 320-SE), à temperatura de 45º C por 120 h. Em seguida, as amostras foram pesadas, trituradas e acondicionadas em sacos plásticos devidamente identificados e guardados sob refrigeração à temperatura de 10º C até o uso. Os extratos das plantas foram preparados utilizando-se 100 g de folhas secas de cada acesso, triturados e submetidos à extração hidroalcoólica (etanol 80%) em banho-maria sob refluxo, por aproximadamente 4 horas. Os extratos foram armazenados protegidos da luz na geladeira até o momento das análises. Foi analisada a presença das seguintes classes de substâncias químicas: ácidos orgânicos, açúcares redutores, polissacarídeos, proteínas e aminoácidos, taninos, catequinas, flavonoides, glicosídeos cardíacos, lactonas sesquiterpênicas, azulenos, carotenoides, esteroides e triterpenoides, depsídeos e depsidonas, derivados da cumarina, saponina espumídica, alcaloides, purinas, antraquinonas. Os resultados obtidos demonstraram que a espécie Pilocarpus microphyllus apresentou floração durante o ano todo e frutificação em onze meses, e a prospecção fitoquímica revelou a presença de 11 classes de constituintes químicos.
Thesagro: Floração
Frutificação.
Data Created: 2016-12-15
Appears in Collections:Artigo em periódico indexado (CPATU)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
15160572rbpm182s10621.pdf269,02 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace