Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1059183
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Agrossilvipastoril - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Data do documento: 22-Dez-2016
Tipo do Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Autoria: WANDSCHEER, R. B.
SILVEIRA, A. F.
BEHLING, M.
ISERNHAGEN, I.
Informaçães Adicionais: ROSANE BETINA WANDSCHEER, UFMT-SINOP; ALINE FERREIRA SILVEIRA, UFMT-SINOP; MAUREL BEHLING, CPAMT; INGO ISERNHAGEN, CPAMT.
Título: Desempenho silvicultural de espécies madeireiras nativas em experimento de recomposição de reserva legal na transição cerrado-amazônia.
Edição: 2016
Fonte/Imprenta: In: SIMPÓSIO NACIONAL SOBRE RESTAURAÇÃO FLORESTAL, 3., 2016, Viçosa, MG. [Anais]. Viçosa, MG: UFV, 2016.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Adequação ambiental
Restauração florestal
Conteúdo: Com a aprovação da Lei 12.651/2012 (?novo Código Florestal?), a necessidade de recompor o passivo da Reserva Legal (RL) passou a tomar destaque no cenário rural nacional. Diante de uma variedade de cenários de degradação, a ciência da Ecologia da Restauração vem buscando novas estratégias para tornar o processo de regularização ambiental mais eficiente de acordo com as especificidades de cada área. A região de transição Cerrado-Amazônia, embora ainda com existência de grandes fragmentos florestais, possui um amplo passivo ambiental, resultante do avanço da fronteira agrícola brasileira. Além disso, pela localização geográfica, usualmente demanda-se que 80% da área das propriedades seja manejada através da figura das RLs. Nesse cenário, é urgente a realização de experimentos de recomposição de RL para gerar conhecimento e práticas adequadas ao contexto regional, além de possibilitar a geração de renda complementar ao proprietário rural. Arranjos que permitam o consórcio de espécies madeireiras e não-madeireiras podem ser atrativos ao produtor rural. Considerando-se que o objetivo das RLs é conciliar o manejo da vegetação com a conservação do patrimônio natural, é necessário utilizar as mais recentes tendências da restauração ecológica, promovendo o restabelecimento de comunidades por meio de ações diretas e indiretas que sustentem a sucessão secundária, recuperando tanto a integridade física e biológica, como a capacidade produtiva (função) do ecossistema (MARTINS et al., 2015; DURIGAN & ENGEL, 2015; BRANCALION et al., 2015; PEREIRA et al., 2015). Diante do contexto apresentado, o presente trabalho teve como objetivo analisar o desempenho silvicultural inicial de espécies madeireiras regionais em um experimento de recomposição de RLs de área agrícola abandonada na região de transição Cerrado-Amazônia do Mato Grosso.
Thesagro: Crescimento
Ano de Publicação: 2016
Aparece nas coleções:Artigo em anais de congresso (CPAMT)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016cpamtisernhagendesempenhosilviculturaespeciesnativasrecomposicao.pdf519,95 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace