Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1065420
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Meio Ambiente - Tese/dissertação (ALICE)
Date Issued: 2016
Type of Material: Tese/dissertação (ALICE)
Authors: CAMARGO, R. B.
Additional Information: Rúbia Brito Camargo, FCA/UNESP.
Title: Citocinina, piraclostrobina e putrescina: influência no desenvolvimento de mudas em três cultivares de videira em diferentes ambientes.
Publisher: 2016
Pages: 92 p.
Language: pt_BR
Notes: Tese (Doutorado em Horticultura) - Faculdade de Ciências Agronômica, UNESP, Botucatu. Orientador: Daniel Terão (CNPMA).
Keywords: Poliaminas
6-benzilaminopurina
Estrobirulinas
Efeito fisiológico
Crescimento vegetativo
Interação genótipo x ambiente
Description: Resumo: Este trabalho objetivou estudar a produção de mudas dos cultivares Niagara Rosada no ambiente de Botucatu, SP, Isabel Precoce e Thompson Seedless sobre o porta-enxerto?IAC 766?, nos ambientes de Petrolina, PE e Juazeiro, BA utilizando-se reguladores vegetais,poliaminas e citocininas (CK), e fungicida (piraclostrobina). Para tanto, o experimento foi dividido em três etapas: o primeiro, instaladoem viveiro telado na FCAUNESP, Botucatu ? SP de agosto a outubro de 2013 com o cv. Niagara Rosada. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, com oito tratamentos e cinco repetições. O segundo experimento foiconduzido em ambiente protegido (casa de vegetação) na Embrapa Semiárido ? Petrolina, PE de setembro a novembro de 2014 em esquema fatorial 2 x 8, dois cultivares (Isabel Precoce e Thompson Seedless) e oito tratamentos com reguladores vegetais e fungicidas, com cinco repetições e o terceiro, conduzido em ambiente protegido (viveiro telado) em área comercial da RKF Mudas ? Juazeiro, BA de dezembro/2014 a fevereiro/2015 em esquema fatorial 3 x 8, com três cultivares,Niagara Rosada, Isabel Precoce e Thompson Seedless, e oito tratamentos. Em todos os experimentos os tratamentos utilizados foram: T1- Testemunha (água); T2? Putrescina (Put, 2 mM); T3? Citocinina (CK, 6-BA 20 mg L-1); T4? Piraclostrobina (Pira, 200 g 100 L-1); T5- Put + CK; T6- Put + Pira; T7- Pira + CK; T8- CKvia foliar (20 mg L-1) + via solo (40 mg L-1), com aplicações realizadas uma vez por semana, num total de três aplicações. Para verificar o efeito dos tratamentos avaliou-se os caracteres morfológicos e fisiológicos dos cultivares, como: número de folhas; massa fresca de folha e raiz; massa seca de folha e raiz, além dos caracteres bioquímicos: proteína total, flavonoides, atividade das enzimas peroxidase (POD) e polifenoloxidase (PFO) nos três cultivares estudados nos diferentes ambientes, bem como suas interações de acordo com cada produto (putrescina; citocinina e piraclostrobina), isolados e em combinações. Ficou evidente que as mudas de videira dos três cultivares avaliados tiveram desempenho diferenciado, seja pela influência do ambiente e/ou dos tratamentos aos quais foram submetidos ou das duas condições associadas em todos os caracteres analisados. Os tratamentos que repetiram resultados significativos nas respostas fisiológicas, no teor de proteína total e flavonoides e atividade das enzimas POD e PFO foram putrescina; citocinina e a associação de Put + CK que podem ser utilizados como ferramenta de auxílio para o desenvolvimento de mudas de videira ?Niagara Rosada?, ?Isabel Precoce? e ?Thompson Seedless?.
Thesagro: Crescimento
NAL Thesaurus: Polyamines
Benzyladenine
Vegetative growth
Physiological response
Genotype-environment interaction
Data Created: 2017-02-23
Appears in Collections:Tese/dissertação (CNPMA)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2016TS06.pdf1,33 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace