Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1065843
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Algodão - Resumo em anais de congresso (ALICE)
Data do documento: 2-Mar-2017
Tipo do Material: Resumo em anais de congresso (ALICE)
Autoria: BRITO, S. L.
BARBOSA, D. D.
FERNANDES JUNIOR, P. I.
LIMA, L. M. de
Informaçães Adicionais: SAMARA LIMA BRITO, UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA; DANIELA DUARTE BARBOSA, UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA; PAULO IVAN FERNANDES JUNIOR, CPATSA; LIZIANE MARIA DE LIMA, CNPA.
Título: Parâmetros agronômicos em genótipos de amendoim submetidos a estresse hídrico e inoculados com Bradyrhizobium.
Edição: 2016
Fonte/Imprenta: In: SIMPÓSIO NACIONAL DE ESTUDOS PARA PRODUÇÃO VEGETAL NO SEMIÁRIDO, 2., 2016, Triunfo e Serra Talhada. Resumos expandidos... Recife: UFRPE, 2016. p. 36.
Idioma: pt_BR
Notas: Resumo 32.
Palavras-chave: Fixação biológica de nitrogênio
Déficit hídrico
Conteúdo: O amendoim (Arachis hypogaea L.) é uma importante oleaginosa conhecida pelo alto poder de recuperação e adaptação às condições climáticas adversas. Microrganismos do solo como Bradyrhizobium sp., capazes de realizar fixação biológica de nitrogênio (FBN), têm sido considerados como promotores de tolerância ao déficit hídrico em leguminosas. Desta forma, objetivou-se nesse trabalho, analisar os benefícios da interação de Bradyrhizobium com genótipos de amendoim sob condição de déficit hídrico baseando-se em parâmetros agronômicos. O experimento foi conduzido em casa de vegetação na Embrapa Algodão, localizada em Campina Grande, PB (07º13'50"S; 35º52'52"W, 551m). Foram utilizados três genótipos de amendoim, sendo uma cultivar (IAC Runner 886) e duas linhagens avançadas (2012-33 e 2012-47), quatro tratamentos (duas estirpes de Bradyrhizobium - ESA 123 e SEMIA 6144, com nitrogênio químico e sem nitrogênio) e duas condições hídricas (controle e estresse), com esquema fatorial de 3x4x2 com 6 repetições. As plantas foram cultivadas em bacias de 32 L contendo solo franco arenoso e inoculadas com Bradyrhizobium no momento da semeadura, 15 e 30 dias após a semeadura (DAS). A irrigação foi suspensa no 20º dia após a emergência (DAE) e o estresse mantido até 28º DAE. Ao final do experimento (28 DAE), mensurou-se a altura da planta (ALT) e o material foi coletado para analisar o peso seco da parte aérea (PA), da raiz (PR) e dos nódulos (PNOD) e número de nódulos (NNOD). Os dados foram submetidos a análise de variância pelo teste F e a comparação de médias pelo de Teste de Tukey com 5% de significância, utilizando-se o programa estatístico SISVAR, versão 5.6. Na condição estresse, a estirpe ESA 123 proporcionou maior média para ALT, PA, PR e NNOD com os genótipos IAC Runner 886 e 2012-33, como também maior média para a variável PNOD apenas com o genótipo IAC Runner. A interação do genótipo 2012-47 com a estirpe SEMIA 6144 por sua vez, obteve maiores médias de NNOD e PNOD. Conclui-se que a interação da estirpe ESA 123 com os genótipos IAC Runner 886 e 2012-33 foi mais contributiva para mitigar os efeitos do estresse hídrico.
Thesagro: Amendoim
Estirpe
NAL Thesaurus: Peanuts
Ano de Publicação: 2016
Aparece nas coleções:Resumo em anais de congresso (CNPA)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Parametrosagronomicosemgenotipos.pdf137,12 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace