Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1074242
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Informática Agropecuária - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Data do documento: 22-Ago-2017
Tipo do Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Autoria: KREITLOW, J. P.
SILVA, J. dos S. V. da
NEVES, S. M. A. da S.
NEVES, R. J.
NEVES, L. F. de S.
Informaçães Adicionais: JESÃ PEREIRA KREITLOW, Unemat; JOÃO DOS SANTOS VILA DA SILVA, CNPTIA; SANDRA MARA ALVES DA SILVA NEVES, Unemat; RONALDO JOSÉ NEVES, Unemat; LAÍS FERNANDES DE SOUZA NEVES, Unemat.
Título: Vulnerabilidade ambiental e conflito no uso da terra no município de Mirassol D'Oeste, Brasil.
Fonte/Imprenta: Revista Brasileira de Cartografia, Rio de Janeiro, v. 68, n. 10, p. 1917-1936, nov./dez. 2016.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Planejamento ambiental
Planejamento territorial
Conservação ambiental
Região sudoeste de planejamento
Geotecnologias
Environmental planning
Conservation
Southwest planning region
Geotechnologies
Conteúdo: O escopo desta pesquisa foi avaliar a vulnerabilidade ambiental e os confl itos decorrentes da utilização da terra da municipalidade de Mirassol D?Oeste, na perspectiva da geração de subsídios para o planejamento municipal. O estudo foi desenvolvido através da utilização de metodologias que avaliam o potencial à erosão hídrica laminar, a capacidade de uso da terra e o confl ito de uso da terra para a obtenção da vulnerabilidade ambiental. Foram individualizados 12 morfocompartimentos, sendo que destes os de número 5, 8 e 10 são os que apresentam maior susceptibilidade à erosão devido a declividades superiores a 45% e a presença de Neossolos Quartzarênicos. Em geral o município apresenta médio potencial à erosão laminar, sendo que esta classe ocupa aproximadamente 70% da extensão territorial municipal. Na área de estudo a capacidade de uso com maior representatividade foi a IV, esta classe é composta por terras que são cultiváveis ocasionalmente, onde são encontrados problemas complexos de conservação. A classe de confl ito baixo é a de maior ocorrência (84,95%) na área pesquisada. De posse deste estudo os planejadores locais podem decidir sobre as melhores formas de utilização das áreas rurais do município.
Ano de Publicação: 2016
Aparece nas coleções:Artigo em periódico indexado (CNPTIA)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
APVulnerabilidadeJVila2006.pdf5,26 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace