Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1130437
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Territorial - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Date Issued: 1998
Type of Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Authors: MIRANDA, E. E. de
BOGNOLA, I. A.
MATTOS, C. DE O.
SARRAIPA, L. A. S.
LUCENA JÚNIOR, J. F. DE
Additional Information: EVARISTO EDUARDO DE MIRANDA, CNPM; ITAMAR ANTONIO BOGNOLA, CNPF; CRISTINA DE O. MATTOS; LUDMILA A. S. SARRAIPA; JOSÉ F. DE LUCENA JÚNIOR.
Title: Mapeamento da erodibilidade potencial dos solos do estado do Tocantins.
Publisher: In: CONGRESSO E FEIRA PARA USUARIOS DE GEOPROCESSAMENTO DA AMERICA LATINA, 4., 1998, Curitiba. GIS Brasil 98. Curitiba: SAGRES, 1998.
Pages: 8 p.
Language: Portugues
Keywords: Mapeamento
Perda de solos
Description: Este trabalho descreve o mapeamento do risco dos processos de perda de solos sob a ação erosiva da chuva, no Estado do Tocantins. A erodibilidade indica a suscetibilidade de ocorrência desses fenômenos em determinados solos sob um clima dado. O conhecimento da erodibilidade potencial foi obtido por métodos indiretos, através do cruzamento das propriedades dos solos com as condições de suas ocorrências. Dado o grande número de informações espaciais e numéricas requeridas pelo trabalho, as técnicas de geoprocessamento foram instrumentos eficientes para a elaboração dos mapas de erodibilidade. Este trabalho, executado pela Embrapa-NMA na escala 1:250.000, é parte integrante do Zoneamento Agroecológico do Tocantins. Foram utilizadas imagens de radar e minutas de interpretação temáticas do Projeto Radambrasil (1:250.000), cedidas pelo IBGE-RJ; imagens LANDSAT-TM, bandas 3/4/5 (1:100.000 e 1:250.000) e cartas topográficas do IBGE (1:250.000 e 1:1.000.000). Essas informações, integradas no SGI/INPE, serviram para geração das classes de declividades e do potencial erosivo dos solos. O cruzamento digital destes PI?s resultou nos mapas de erodibilidade potencial, com as classes: I) muito fraca a fraca ; II) ligeira; III) moderada; IV) forte; V) muito forte e VI) especial. O processo metodológico desenvolvido e testado mostrou-se viável e válido para os objetivos propostos.
Data Created: 2021-03-02
Appears in Collections:Artigo em anais de congresso (CNPM)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
5882.pdf558,37 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace