Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1131910
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Florestas - Capítulo em livro científico (ALICE)
Date Issued: 2021
Type of Material: Capítulo em livro científico (ALICE)
Authors: REIS, C. A. F.
SANTOS, A. M.
PACHECO, A. R.
Additional Information: CRISTIANE APARECIDA FIORAVANTE REIS, CNPF; ALISSON MOURA SANTOS, CNPF; ABILIO RODRIGUES PACHECO, CNPF.
Title: Potencialidades e desafios para o melhoramento genético de eucaliptos aos sistemas de integração lavoura-pecuária-floresta (ILPF).
Publisher: In: OLIVEIRA, E. B. de; PINTO JUNIOR, J. E. (Ed.). O eucalipto e a Embrapa: quatro décadas de pesquisa e desenvolvimento. Brasília, DF: Embrapa, 2021. cap. 34.
Pages: p. 1133-1146.
Language: Portugues
Keywords: Embrapa Florestas
Sistemas agrossilvipastoris
Cultivares
Description: RESUMO. Novos desafios têm surgido a partir das demandas geradas pelo mercado consumidor, cada vez mais exigente em produtos de melhor qualidade e de menor impacto ao ambiente. Nesse sentido, tem ocorrido aumento no cultivo de espécies florestais, especialmente do eucalipto, em sistemas de produção mais sustentáveis, como na integração lavoura, pecuária e floresta. Esses sistemas contemplam cultivos de componentes agrícolas, animais e florestais, distribuídos no mesmo espaço e/ou no tempo. Trata-se de um sistema de exploração versátil, com intensificação do uso do solo e com diversificação da produção. Estudos que envolvem melhoramento genético do eucalipto nesses sistemas de produção ainda são escassos no Brasil. De maneira geral, nesses sistemas têm sido utilizados clones desenvolvidos para monocultivos. Em geral, esses clones têm apresentado produção de madeira satisfatória nas diferentes localidades. Pelas características dos sistemas de integração, o número de árvores utilizado por hectare é menor, fato que proporciona maior área por árvore e, consequentemente, menor competição entre árvores e maior produtividade de madeira, quando comparados com a produtividade obtida em monocultivo. Entretanto, isso não se torna sinônimo de produção de madeira livre de problemas. Nos sistemas de integração, as árvores de eucaliptos podem apresentar altos níveis de tensão de crescimento em resposta a agentes ambientais, o que pode comprometer a qualidade da madeira. Para se obter êxito em um programa de melhoramento genético de eucalipto para sistemas de integração, devem ser consideradas avaliações que possibilitem melhor entendimento da dinâmica do desenvolvimento das árvores e suas inter-relações com os demais componentes presentes na área. A definição do produto a ser obtido com o melhoramento genético é realizada com base na demanda por parte do mercado consumidor. No caso de demanda por madeira, a seleção das árvores superiores é feita com base nas características quantitativas (diâmetro à altura do peito, altura total, altura do fuste e volume de madeira) são fundamentais para a estimativa dos parâmetros genéticos e para a seleção dos melhores genótipos. Adicionalmente, devem ser levadas em consideração as características: resistência/tolerância das árvores aos fatores bióticos e abióticos e, também, as propriedades tecnológicas da madeira. É fundamental realizar avaliações sobre o comportamento e a influência das árvores no sistema e, também, sobre a interferência dos demais componentes sobre as árvores. Dessa maneira, a compreensão dos efeitos torna-se mais complexa, requerendo maior atenção ao planejamento experimental e nas análises estatísticas. ABSTRACT. New challenges have emerged related to growing consumer market demand for higher-quality products with less environment impact. As such, there has been an increase in the cultivation of forest species, particularly eucalyptus, in more sustainable production systems, such as integrated crop, livestock and forest systems. In these versatile systems, the cultivation of plant, animal and forest species occur within the same space and/or at the same time, which intensifies land use and diversifies production. Studies involving genetic improvement of eucalyptus in these production systems are still scarce in Brazil. In general, clones developed for monoculture forest plantations have been used, which have shown satisfactory wood production in different locations. Due to the characteristics of integrated systems, the number of trees per hectare is low, thus offering greater area per tree, and consequently, there is less competition between trees and higher levels of wood productivity than in monocultures. However, this is not synonymous with problem-free wood production. In integrated systems, eucalyptus trees can show high levels of growth stress in response to environmental factors, which can compromise wood quality. In order to develop a successful eucalyptus breeding program for integrated systems, evaluations must consider the development dynamics of the trees and their interaction with the other components in the system. The materials developed through genetic improvement programs are defined according to consumer market demand. In the case of wood, the selection of superior trees is based on quantitative characteristics (diameter at breast height, total height, stem height, and wood volume) which are fundamental for the estimation of genetic parameters and the selection of improved genotypes. In addition, tree resistance/tolerance to biotic and abiotic factors must be considered, along with the technical properties of the wood. It is essential to assess the behavior and influence of trees in the system as well as interference from other components. As such, understanding the interaction effects becomes more complex, requiring greater attention to experimental planning and statistical analyses.
Thesagro: Eucalipto
Pesquisa Florestal
Historia
Seleção Genética
NAL Thesaurus: Eucalyptus
Data Created: 2021-05-19
ISBN: 978-65-87380-04-9
Appears in Collections:Capítulo em livro científico (CNPF)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EmbrapaFlorestas-2021-LV-EucaliptoEmbrapa-cap34.pdf4,24 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace