Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1132088
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Territorial - Nota Técnica/Nota Científica (ALICE)
Date Issued: 2021
Type of Material: Nota Técnica/Nota Científica (ALICE)
Authors: MAGALHÃES, L. A.
FONSECA, M. F.
PINTO, D. M.
MIRANDA, E. E. de
Additional Information: LUCIOLA ALVES MAGALHAES, CNPM; MARCELO FERNANDO FONSECA, CNPM; DANIELA MACIEL PINTO, CNPM; EVARISTO EDUARDO DE MIRANDA, CNPM.
Title: Inteligência estratégica e a relevância do território como elemento de planejamento.
Publisher: Brasília, DF: Embrapa, 2021.
Pages: 12 p.
Series/Report no.: (Rede de Observatórios do Agropensa. Nota Técnica, 76)
Language: Portugues
Keywords: Espaço rural
Legislação ambiental
Imóvel rural
Inteligência Terrirorial Estratégica
Description: O mundo atual apresenta um emaranhado de incertezas que podem se converter rapidamente em ameaças ou oportunidades para a agropecuária brasileira. Conhecer as variáveis que se materializam no território é premissa essencial para conduzir o desenvolvimento do espaço rural e a sua adaptação diante das mudanças que impactam diretamente a vida do produtor rural. O território brasileiro, quinto maior em extensão territorial, tem 851 milhões de hectares. Cerca de 55,6% desse território é ocupado por imóveis rurais públicos ou privados nos quais a exploração dos recursos naturais segue legislações ambientais específicas, a depender da região. Nessas áreas coexistem milhares de agricultores, grandes e pequenos, pobres e ricos, com ou sem acesso a tecnologias, além de unidades de conservação de uso sustentável, algumas delas exploradas por famílias de extrativistas e comunidades tradicionais. Essas áreas de exploração e produção são condicionadas por aptidão agrícola dos solos, disponibilidade de recursos hídricos, infraestrutura logística, oferta de mão de obra etc. A repartição territorial dessas famílias de agricultores está ligada ao histórico de ocupação das terras no Brasil e não apresenta homogeneidade na sua distribuição. Considerada essa diversidade de situações, é imperativo o estabelecimento de políticas públicas, planos, programas e ações que considerem essas realidades. É nesse contexto que a Inteligência Territorial Estratégica (ITE) se insere, ao apresentar o território como elemento central de seus estudos e considerar cinco dimensões essenciais para a melhor compreensão dos desafios e oportunidades: os quadros natural, agrário, agrícola, de infraestrutura e socioeconômico. A ITE trabalha aliando a essa análise multitemática dados e informações multiescalares e multitemporais para produzir conhecimento no âmbito da dinâmica socioespacial da produção agropecuária. Identificar, quantificar e qualificar as tipologias de situações nos territórios é um desafio que a ITE busca equacionar para responder aos desafios da agropecuária.
Data Created: 2021-05-28
Appears in Collections:Nota Técnica/Nota científica (CNPM)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
5904.pdf194,13 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace