Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1133373
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Roraima - Capítulo em livro científico (ALICE)
Date Issued: 2021
Type of Material: Capítulo em livro científico (ALICE)
Authors: LIMA, J. P. P.
SILVA, E. E. da
PEREIRA, A. J.
Additional Information: EDMILSON EVANGELISTA DA SILVA, CPAF-RR.
Title: Análise quantitativa de crescimento em leguminosas para adubação verde na savana de Roraima.
Publisher: In: GOMIDE, P. H. O.; FALCÃO, M. T. (Org.). Sociobiodiversidade Amazônica: saberes, olhares e práticas agroecológicas. 1. ed. Boa Vista, RR : UERR Edições, 2021.
Language: Portugues
Keywords: Análise de crescimento
Índices fisiológicos
Leguminosas herbáceas
Arbustivas
Description: Objetivou-se descrever o crescimento, a partir da produtividade da matéria seca da parte área, do índice de área foliar (IAF), da taxa de assimilação líquida (TAL), taxa de crescimento da cultura (TCC) e da taxa de crescimento relativo (TCR), das leguminosas Crotalaria juncea L., Crotalaria spectabilis Roth, Cajanus cajan (L.) Millsp. (cv. anão Iapar 43aratã e cv. IAC favalarga), Canavalia ensiformis (L.) D.C. na savana de Roraima. Os experimentos foram conduzidos no campo experimental Água Boa da EMBRAPA/RR, em Boa Vista, durante as estações das chuvas (inverno local) dos anos 2014 e 2015. O delineamento experimental adotado foi o de blocos ao acaso, aproveitando as parcelas onde uma das estirpes padrão, BR 2003, foi utilizada como inoculante. As coletas das plantas foram realizadas, em intervalos de 7 a 21 dias, entre a data da semeadura e o florescimento, variando o número de coletas de acordo com a espécie, duração de seu ciclo e ano de cultivo. Nas avaliações dos parâmetros fisiológicos, verificou-se que as maiores taxas iniciais de crescimento foram apresentadas pelo feijão-de-porco seguido pela Crotalaria juncea e as maiores produtividades de matéria seca, na floração, foram proporcionadas pelo guandu fava-larga e Crotalaria juncea, e que as maiores áreas foliares por unidade de área (IAF) foram constatadas para a Crotalaria spectabilis.
Data Created: 2021-08-09
Appears in Collections:Capítulo em livro científico (CPAF-RR)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Livro-Sociobiodiversidade-amazonica-33-51.pdf8,36 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace