Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1133591
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Café - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Date Issued: 2021
Type of Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Authors: SESSO, P. P.
SESSO FILHO, U. A.
PEREIRA, L. F. P.
Additional Information: PATRÍCIA POMPERMAYER SESSO, Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná; UMBERTO ANTONIO SESSO FILHO, Universidade Estadual de Londrina; LUIZ FILIPE PROTASIO PEREIRA, CNPCa.
Title: Dimensionamento do agronegócio do café no Brasil.
Publisher: Cadernos de Ciência & Tecnologia, v. 38, n. 2, e26901, 2021.
Language: Portugues
Notes: Título em inglês: Measuring the coffee agribusiness in Brazil.
Description: Resumo: O objetivo deste estudo foi dimensionar o agronegócio do café no Brasil, seus indicadores e os impactos econômicos das exportações, por meio da matriz de insumo-produto com enfoque produto x produto do ano de 2017. A cadeia produtiva foi dividida em insumos agropecuários, produção de café em grão, café beneficiado (indústria) e serviços. Os resultados mostraram que o agronegócio do café geraram 30,7 bilhões de reais de renda e 695 mil empregos diretos e indiretos, com médias salariais que variaram entre 5 mil (setor agrícola) e 33 mil reais (comércio e serviços). O agregado com maior participação na geração de valor foi o serviço, com 47% do produto interno bruto (PIB Café), e a produção agrícola foi responsável por 50% dos empregos. As exportações de café em grão somaram 13,6 bilhões de reais e geraram 303 mil empregos diretos e indiretos, 11 bilhões de reais de renda (PIB) e 729 milhões de reais em impostos líquidos. As exportações de café beneficiado somaram 1,5 bilhão de reais, com a geração de 25 mil empregos, 1,2 bilhão de reais de renda e 159 milhões de reais em impostos. A aproximação dos elos da cadeia tem potencial para aumentar a diferenciação de produtos, agregação de valor e geração de emprego e renda. Abstract: The objective of this study was to measure the coffee agribusiness in Brazil, its indicators, and the economic impacts of exports, using the input-product matrix with a product x product focus for the year 2017. The production chain was divided into agricultural inputs, production of coffee beans, processed coffee (industry), and services. The results showed that the agribusiness of coffee generated 30.7 billion reais of income and 695 thousand direct and indirect jobs, with average wages that varied between 5,000 (agricultural sector) and 33 thousand reais (trade and services). The service sector was the aggregate with the largest share in the generation of value, with 47% of the gross domestic product (GDP Coffee), and the agricultural production was responsible for 50% jobs. Exports of coffee beans totaled 13.6 billion reais and generated 303 thousand direct and indirect jobs, 11 billion reais in income (GDP), and 729 million reais in net taxes. Exports of processed coffee totaled 1.5 billion reais with the generation of 25 thousand jobs, 1.2 billion reais of income, and 159 million reais of taxes. The approximation of the links in the chain has the potential to increase the product differentiation, adding value, and to generate jobs and income.
Thesagro: Agronegócio
Cadeia Produtiva
Café
Exportação
Renda
Emprego
Produto Interno Bruto
Indicador Econômico
Impacto Econômico
NAL Thesaurus: Agribusiness
Coffee beans
Coffee products
Exports
Income
Data Created: 2021-08-16
Appears in Collections:Artigo em periódico indexado (SAPC)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
dimensionamento-do-agronegocio-do-cafe-2021.pdf1,21 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace