Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1134031
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Arroz e Feijão - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Date Issued: 2021
Type of Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Authors: SILVA, O. F. da
WANDER, A. E.
Additional Information: OSMIRA FATIMA DA SILVA, CNPAF; ALCIDO ELENOR WANDER, CNPAF.
Title: Viabilidade econômica da cultivar de feijão-comum superprecoce BRS FC104 no estado do Paraná.
Publisher: In: CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL, 59.; ENCONTRO BRASILEIRO DE PESQUISADORES EM COOPERATIVISMO, 6., 2021, Brasília, DF. Anais... Brasília, DF: UnB, 2021.
Language: Portugues
Notes: SOBER 2021, EBPC 2021. Evento online.
Keywords: Paraná
BRS FC104
Description: O presente estudo buscou analisar a viabilidade econômica da nova cultivar de feijão-comum, tipo carioca, superprecoce BRS FC104, na abrangência dos municípios maiores produtores de feijão no Estado do Paraná, especialmente em Mariópolis, Pato Branco e na região dos Campos Gerais, na safra da seca (safrinha), em 2020. A predominância nos municípios analisados é de pequenas à médias propriedades, conduzidas por agricultores familiares, que fazem do feijão o principal negócio que movimenta a economia local. O benefício econômico regional obtido pela nova tecnologia se evidencia, quando essa cultivar é comparada com a cultivar anterior de grãos tipo comercial carioca, até então a mais plantada na região, ou seja, a BRS Estilo. A análise preliminar do investimento em pesquisa com o desenvolvimento da nova cultivar BRS FC104, evidencia os esforços envidados pela Embrapa e parceiros, cujos resultados demonstraram que o benefício econômico regional obtido pelos produtores foi de R$ 3.291.087,62, ao colherem um total de 46.494 toneladas produzidas em 20.462 hectares. Essa adoção da nova tecnologia, com as adaptações nos sistemas de produção do feijão-comum estendida da segunda safra (?safrinha?) possibilitou o rendimento médio de 0,58 sc.60 kg/ha/dia, ou seja, um ganho adicional de 26% em produção, em relação a cultivar tradicional BRS Estilo, que produziu 0,46 sc.60 kg/ha/dia. O custo unitário de produção foi de R$ 94,11/sc.60 kg para a cultivar BRS FC104 e de R$ 85,93/sc.60 kg para a cultivar tradicional BRS Estilo. A produtividade média obtida pelos produtores com a cultivar BRS Estilo foi 44 sc.60 kg/ha e de 38 sc.60 kg/ha com a BRS FC104. Porém, o ganho econômico dessa nova cultivar, dado a nova interpretação das análises econômicas para rendimento obtido por hectare ao dia, ou seja, ao se finalizar o ciclo de desenvolvimento, com colheita aos 65 dias, evidencia-se sendo superior, ao se comparar com a cultivar anterior - a BRS Estilo, cujo ciclo se completa aos 95 dias. Desta forma, verifica-se uma redução de 30 dias de ciclo para o sistema de produção, possibilitando ao produtor um novo planejamento para os sistemas de produção, em sua propriedade.
Thesagro: Feijão
Custo de Produção
Rentabilidade
Impacto Econômico
NAL Thesaurus: Beans
Economic impact
Production costs
Data Created: 2021-09-03
ISBN: 978-65-5941-281-5
Appears in Collections:Artigo em anais de congresso (CNPAF)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
sober-2021.pdf290,19 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace