Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1134194
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Territorial - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Date Issued: 2021
Type of Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Authors: PEREIRA, C. C.
MINGOTI, R.
MENDES, A. M.
NOGUEIRA JUNIOR, L. R.
Additional Information: CAUÊ CHAVES PEREIRA, ESTAGIÁRIO CNPM; RAFAEL MINGOTI, CNPM; ANGELO MANSUR MENDES, CNPM; LAURO RODRIGUES NOGUEIRA JUNIOR, CNPM.
Title: Elaboração do mapa de graus de deficiência hídrica para aptidão agrícola das terras baseado em mapeamento da vegetação do Brasil.
Publisher: In: CONGRESSO INTERINSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, 15., 2021, Campinas. Anais... Campinas: Instituto de Zootecnia, 2021. 12 p.
Language: Portugues
Notes: Evento online. CIIC 2021.
Keywords: Déficit hídrico
Geoprocessamento
Ordenamento territorial
Description: Um território continental como o do Brasil traz consigo uma série de desafios para decidir qual é o melhor uso para suas terras. No entanto, há algumas metodologias que, ao serem aplicadas, contribuem para a organização territorial, dentre elas técnicas de avaliação do potencial agrícola de terras para uso agrícola. Para apoiar a geração de informações visando a organização territorial do Brasil e outros estudos territoriais, este trabalho teve o objetivo de elaborar uma primeira aproximação do mapa de grau de deficiência hídrica, por meio da conversão do mapa de vegetação, para todo o território brasileiro. O mapa de grau de deficiência hídrica foi baseado no sistema de aptidão agrícola das terras e elaborado a partir do mapeamento de vegetação produzido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística no ano de 2018, o qual foi reclassificado utilizando os critérios específicos apresentados. A região do Brasil com maior proporção de território com graus de deficiência hídrica forte ou muito forte foi a Nordeste (32,56%), enquanto a região com maior proporção do território com graus de deficiência hídrica nula ou leve foi a Norte (97,09%). A metodologia elaborada mostrou-se adequada para a conversão do mapa de graus de deficiência hídrica do Brasil a partir de mapeamento de vegetação. Novos estudos são necessários para a validação do mapeamento obtido utilizando dados meteorológicos e estimativas de déficit hídrico
Data Created: 2021-09-10
ISBN: 978-65-994972-0-9
Appears in Collections:Artigo em anais de congresso (CNPM)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
5950.pdf456,95 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace