Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1134613
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Solos - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Date Issued: 2010
Type of Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Authors: PARAHYBA, R. da B. V.
SANTOS, M. C. dos
ROLIM NETO, F. C.
JACOMINE, P. K. T.
Additional Information: ROBERTO DA BOA VIAGEM PARAHYBA, CNPS; MAURO CARNEIRO DOS SANTOS, UFRPE; FERNANDO CARTAXO ROLIM NETO, UFRPE; PAULO KINGLER TITO JACOMINE, UFRPE.
Title: Pedogênese de planossolos em topossequência do agreste pernambucano.
Publisher: Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 34, n. 6, p. 1991-2000, nov./dez. 2010.
Language: Portugues
Keywords: Horizonte Bt plânico
Micromorfologia
Intemperismo de biotita
Description: Este trabalho teve como objetivo avaliar o processo de pedogênese dos planossolos no Agreste de Pernambuco, com base nos resultados das análises físicas, químicas, mineralógicas, macromorfológicas e, especialmente, micromorfológicas. Foram estudados três perfis de solos com marcante contraste textural, em trincheiras abertas ao longo de uma topossequência de solos. Realizaram-se análises físicas, químicas, mineralógicas, macro e micromorfológicas. Verificou-se que os solos são autóctones e que os nítidos contrastes texturais, devido à argilização dos horizontes Bt, parecem ser, principalmente, o resultado de uma combinação de processos e não uma simples eluviação-iluviação (lessivagem). Entre esses processos estão incluídos a intemperização de biotitas, com formação in situ de argilas, e as perdas dessa fração, devido a movimentações laterais por arraste mecânico ou dissoluções. A combinação exata desses processos, bem como a acumulação de Na, foi fortemente influenciada pelo posicionamento dos solos no relevo.
Thesagro: Solo
NAL Thesaurus: Soil
Data Created: 2021-09-21
Appears in Collections:Artigo em periódico indexado (CNPS)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Pedogenese-de-planossolos-em-topossequencia-do-agreste-pernambucano-2010.pdf1,29 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace