Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1135803
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Gado de Corte - Tese/dissertação (ALICE)
Date Issued: 2020
Type of Material: Tese/dissertação (ALICE)
Authors: NEVES, A. P.
Additional Information: ANDREI PEREIRA NEVES.
Title: Estratégias de cruzamentos aplicados a sistemas de produção à pasto de bovinos de corte.
Publisher: Londrina, PR: Universidade Estadual de Londrina, 2020.
Language: Portugues
Notes: Tese apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal (Área de Concentração: Produção Animal) da Universidade Estadual de Londrina como requisito parcial para a obtenção do título de Doutor. Orientador: Prof. Dr. Edson Luis de Azambuja Ribeiro. Coorientador: Dr. Rodrigo da Costa Gomes, pesquisador da Embrapa Gado de Corte.
Keywords: Taurino adaptado
Heterose
Maciez
Peso corporal
Description: O estudo teve como objetivo avaliar o efeito dos diferentes grupos genéticos maternos e paternos sobre o desempenho, características de carcaça e qualidade da carne de bovinos cruzados criados em pastagem tropical. Durante dois anos foram avaliados 208 animais (108 fêmeas e 100 machos castrados) nos períodos pré-desmame e pós-desmame, e destes, 194 (104 fêmeas e 90 machos) foram terminados a pasto. Os grupos genéticos foram oriundos do acasalamento de matrizes Nelore (N), ½ Angus + ½ Nelore (A_N) e ½ Caracu + ½ Nelore (C_N), com touros das raças Guzerá, Senepol e Caracu. Os animais foram recriados em área de pastagem composta por Brachiaria brizantha cv. Marandu, durante 12 meses. No período de terminação as fêmeas foram mantidas nos mesmos piquetes do período pós-desmame e suplementadas com suplemento proteico-energético, já os machos foram terminados em semiconfinamento durante 60 dias. O abate ocorreu com média de 22,8±0,8 meses e 441±4,6 kg de peso corporal (PC). Durante as fases pós-desmame e terminação, foram aferidas por ultrassonografia a área de olho de lombo (AOL), espessura de gordura subcutânea sobre o lombo (EGS) e sobre a picanha (EGP). Ao abate foi obtido o peso corporal, peso de carcaça quente (PCQ), rendimento de carcaça (RC), pH, medidas de AOL e EGS, escores visuais de acabamento de gordura e marmoreio, maturidade fisiológica, comprimento de carcaça e profundidade interna e externa de tórax e os componentes de cor (L*, a*, b*). Amostras do músculo longissimus foram analisadas quanto ao teor de extrato etéreo, força de cisalhamento, perdas por cozimento, perdas por exsudação e cor (L*, a*, b*) após zero e quatorze dias de maturação. Vacas A_N pariram bezerros mais pesados (P<0,05) que C_N e N. Vacas cruzadas desmamaram bezerros mais pesados (P<0,0001) que progênies de vacas N. Progênies de vacas A_N apresentaram maior ganho médio diário (GMD) durante o período pré-desmame (P<0,0001). Observou-se que progênies de vacas N apresentaram GMD superior (P<0,05) nas diferentes fases pós-desmame. Durante a fase de terminação, progênies de vacas A_N apresentaram maior GMD (P<0,05). Progênies de vacas N apresentaram maior EGP (P<0,05) durante a terminação. Progênies de touros Guzerá e Senepol apresentaram peso ao nascimento maior (P<0,05) em relação ao Caracu. Progênies de touro Guzerá apresentaram maior peso ao desmame que touros Caracu (P<0,05). Maior peso corporal ao início e final do período pós-desmame foi observado para progênies de touros Guzerá (P<0,05). Maior GMD e EGP (P<0,05) durante o período pós-desmame foi observado em progênies de touros Guzerá. Progênies de touros Guzerá apresentaram maior peso corporal ao início e final do período de terminação. Maiores medidas de AOL e EGP (P<0,05) foram observadas em progênies de touros Guzerá. Já para a medida de EGS, progênies de touros Guzerá e Senepol, foram superiores ao de Caracu. Foi observado efeito significativo da interação (P<0,05) entre grupo genético materno e paterno para as variáveis peso ao abate, PCQ, comprimento de carcaça, profundidade interna e AOL. Para as características que foram observadas o efeito da interação, animais ½ Guzerá + ¼ Angus + ¼ Nelore apresentaram maiores valores em relação aos demais grupamentos genéticos. Progênies de vacas N apresentaram maior RC e acabamento em relação às progênies de vacas cruzadas (P<0,05). Não foi observado efeito do grupo genético materno sobre a maturidade fisiológica (P=0,226), comprimento de carcaça (P=0,353), profundidade interna (P=0,842), profundidade externa (P=0,361) do tórax, marmoreio (P=0,126), AOL (P=0,771), EGS (P=0,296) e para todos os componentes de cor do sistema CIELab (P>0,05). Maiores teores de extrato etéreo foram observados no músculo longissimus de filhos de vacas A_N e N em relação aos de vacas C_N (P=0,020). Progênies de vacas A_N apresentaram menor força de cisalhamento no bife não maturado quando comparado a progênies de vacas C_N e N (P=0,015). O componente b* do bife não maturado foi maior em vacas N (P=0,036). Progênies de touros Guzerá e Senepol apresentaram maior acabamento (P=<0,0001). Progênies de touros Senepol apresentaram maior maturidade fisiológica em relação às progênies de touros Guzerá e Caracu (P<0,01). Progênies de touro Guzerá apresentaram maior comprimento de carcaça em relação a bezerros de touros Senepol e Caracu (P<0,01). Para as características de qualidade de carne, não foram observadas diferenças significativas (P>0,05) entre os grupos genéticos paternos. Vacas cruzadas produzem bezerros com melhor desempenho até o desmame, entretanto, esse melhor desempenho se perde ao longo do período pós-desmame. A utilização de vacas Nelore resulta em carcaças com maior rendimento de carcaça e acabamento, no entanto o uso de vacas ½ Angus + ½ Nelore resulta em carne mais macia. A utilização de touros Guzerá apresentou progênies com maior desempenho e com carcaças mais pesadas e com maior acabamento.
Thesagro: Peso
Bos Indicus
Data Created: 2021-11-04
Appears in Collections:Tese/dissertação (CNPGC)


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace