Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1137584
Title: Produção orgânica na renda bruta agropecuária: estudo baseado nos dados do censo agropecuário de 2017.
Authors: SOUZA, G. da S. e
GOMES, E. G.
GAZZOLA, R.
Affiliation: GERALDO DA SILVA E SOUZA, SIRE; ELIANE GONCALVES GOMES, SIRE; ROSAURA GAZZOLA, SIRE.
Date Issued: 2021
Citation: Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, v. 16, n.1, jan.-mar, p.60-70, 2021.
Description: RESUMO - O objetivo do trabalho é estudar a presença da agricultura e/ou pecuária orgânica na renda bruta dos estabelecimentos agropecuários recenseados em 2017. A análise está baseada nos dados agregados em escala municipal. Caracteriza-se regionalmente a presença da produção orgânica por meio de tabelas de contingência, via qui-quadrado e análise de covariância, tomando-se como variáveis contextuais: regiões, classes de renda, área, assistência técnica, cooperativismo, alfabetização, crédito e área. Ajusta-se, também, uma fronteira de produção estocástica que identifica, em nível do município, o efeito de fatores que afetam diretamente a produção (renda bruta) e a componente de ineficiência técnica. O número de estabelecimentos que praticam agricultura e/ou pecuária orgânica diminuiu de 90.498 (em 2006) para 64.690 (em 2017). A predominância de agricultura orgânica está no Sudeste e a menor proporção está no Centro-Oeste. A classe de renda bruta predominante para os estabelecimentos que praticam pecuária e/ou agricultura orgânica, em todas as regiões, é a classe entre zero a dois salários mínimos. O acesso ao crédito, a associação em cooperativas, o nível de alfabetização e o acesso à assistência técnica são os principais fatores necessários para promover a melhoria da renda. Os fatores de produção fundamentais para a inclusão produtiva são tecnologia e trabalho, com dominância da tecnologia. ABSTRACT - The objective of the work is to study the presence of organic agriculture and/or livestock on the income of agricultural establishments registered in the 2017 agricultural census. The analysis is based on data aggregated in a municipal scale. The presence of organic production is characterized regionally through contingency tables, via chi-square and covariance analysis, taking as contextual variables: regions, income classes, area, technical assistance, cooperatives, literacy, credit and area. A stochastic production frontier is also fit and identifies, at the municipality level, the effect of factors that directly affect production (gross income) and the technical inefficiency component. The number of establishments that practice organic agriculture and/or livestock decreased from 90,498 (in 2006) to 64,690 (in 2017). The predominance of organic agriculture is in the Southeast and the smallest proportion is in the Center-West. The predominant gross income class for establishments that practice livestock and/or organic agriculture, in all regions, is the class between zero to two minimum wages. Access to credit, membership in cooperatives, the level of literacy and access to technical assistance are the main factors necessary to promote income improvement. The fundamental input factors for productive inclusion are technology and labor with technology dominance.
Thesagro: Agricultura Orgânica
Tecnologia.
Censo Agropecuário
Produção Orgânica
Renda
NAL Thesaurus: Agricultural income
Technology.
Organic production
Keywords: Análise de covariância.
ISSN: 1981-8203
Language: Portugues
DOI: 10.18378/rvads.v16i1.8388
Notes: Título em inglês: Organic production on gross agricultural income: Study based on data from the 2017 agricultural census.
Type of Material: Artigo de periódico
Access: openAccess
Appears in Collections:Artigo em periódico indexado (AI-SEDE) / Embrapa Informação Tecnológica (SCT)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Producao-organica-renda-2021.pdf515,11 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace