Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1138918
Title: Linha básica de suscetibilidade de Spodoptera frugiperda (J.E smith) (Lepidoptera: Noctuidae) a Spodoptera frugiperda multiple nucleopolyhedrovirus.
Authors: HENNIG, F. G.
FERREIRA, F. T. R.
THIESEN, L. V.
PITTA, R. M.
Affiliation: FHILIP GOMES HENNIG, UFMT, Sinop-MT; FÁTIMA TERESINHA RAMPELOTTI FERREIRA, UFMT, Cuiabá-MT; LEONARDO VINICIUS THIESEN, USP-ESALQ, Piracicaba-SP; RAFAEL MAJOR PITTA, CPAMT.
Date Issued: 2021
Citation: In: ENCONTRO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIAS AGROSSUSTENTÁVEIS, 5.; JORNADA CIENTÍFICA DA EMBRAPA AGROSSILVIPASTORIL, 10., 2021. Sinop. Resumos... Brasília, DF: Embrapa, 2021. p. 41.
Description: Estabelecer a linha básica de suscetibilidade de Spodoptera frugiperda é essencial para o primeiro passo de um programa preventivo de manejo da resistência pois permite conhecer a toxicidade básica de determinada tática de controle antes de seu uso em larga escala. Objetivou-se com este trabalho determinar a linha básica de suscetibilidade de S. frugiperda a spodoptera frugiperda multiple nucleopolyhedrovirus (SfMNPV). O experimento foi conduzido no laboratório de Criação de Insetos da Embrapa Agrossilvilpastoril (Sinop, MT). Para determinar a linha básica de suscetibilidade a SfMNPV em uma população de laboratório foi usado o produto comercial Cartucho Vit (Rural VitBiotech) ? 6,3 x 109 (Corpos de Oclusão/g) OBs. Para a realização do bioensaio foram utilizadas lagartas neonatas, alimentadas por gotículas. Sete concentrações de SfMNPV variando de 1,2 x 1010 a 1,92 x 1011 OBs foram testadas. Uma amostra de cada concentração foi acrescida de corante alimentício (10%). Para certeza da ingestão da suspensão oral, as lagartas foram observadas em microscópio estereoscópio, conferindo a presença do corante no trato digestivo. A mortalidade foi avaliada em 1 e 7 dias após a ingestão do vírus. Devido ao processo de manipulação larval, subtraiu-se a mortalidade observada, a 1 dia daquela mortalidade aos 7 dias de pós-exposição. Os resultados obtidos pela análise de Probit através do software Polo-Plus demonstraram que a CL50 estimada para a população de laboratório foi de 3,3 x 1011 OBs (2,5 x 1011 ? 4,5 x 1011 IC 95%). A estimativa da CL99 foi de 4,74 x 1012 OBs (2,43 x 1012 ? 1,677 x 1013 IC 95%). A curva de concentração da mortalidade da população suscetível foi realizada. Entretanto, comparações com populações de campo devem ser realizadas, antes de seu amplo uso em campo, para caracterizar a linha básica de suscetibilidade de S. frugiperda a esse entomopatógeno e permitir também o estabelecimento de uma concentração diagnóstica para futuros monitoramentos de suscetibilidade.
Thesagro: Spodoptera Frugiperda
Manejo
Baculovirus
Controle Biológico
Keywords: Suscetibilidade
Manejo da resistência
Multiple nucleopolyhedrovirus
SfMNPV
Sinop-MT
Language: Portugues
Type of Material: Anais e Proceedings de eventos
Access: openAccess
Appears in Collections:Resumo em anais de congresso (CPAMT)


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace