Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/15377
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Meio Ambiente - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Data do documento: 14-Mai-2007
Tipo do Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Autoria: SHIOMI, H. F.
SILVA, H. S. A.
MELO, I. S. de
NUNES, F. V.
BETTIOL, W.
Informaçães Adicionais: H. F. SHIOMI; H. S. A. SILVA; ITAMAR SOARES DE MELO, CNPMA; F. V. NUNES; WAGNER BETTIOL, CNPMA.
Título: Bioprospecting endophytic bacteria for biological control of coffee leaf rust.
Edição: 2006
Fonte/Imprenta: Scientia Agricola, Piracicaba, v. 63, n. 1, p. 32-39, jan./fev. 2006.
Idioma: en
Palavras-chave: Bactéria endofítica.
Conteúdo: Supressão de doenças de plantas por microrganismos endofíticos tem sido demonstrada em diversos patossistemas. Neste trabalho foram selecionados isolados de bactérias endofíticas de folhas e ramos de cafeeiro com potencial para o controle biológico da ferrugem do cafeeiro, pois é conhecido que esses microrganismos podem possuir essa característica. Bactérias endofíticas isoladas previamente de folhas e ramos de Coffea arabica L e Coffea robusta L foram avaliadas quanto ao seu potencial de biocontrole da ferrugem do café causada pelo fungo Hemileia vastatrix Berk. & Br., raça 2. As bactérias foram testadas para a inibição da germinação de urediniosporos do fungo e em bioensaios para o controle do desenvolvimento da ferrugem alaranjada do cafeeiro em discos de folhas, folhas destacadas e mudas da cv. Mundo Novo. Os isolados de bactérias endofíticas testados demonstraram eficácia na inibição da germinação de urediniosporos e/ou no desenvolvimento da ferrugem, com valores acima de 50%, embora os resultados obtidos nos testes de germinação de urediniosporos tenham sido inferiores ao tratamento com propiconazole (testemunha padrão). Nos testes em discos de folhas, folhas destacadas e em plantas de cafeeiro, os isolados endofíticos TG4-Ia, TF2-IIc, TF9-Ia, TG11-IIa e TF7-IIa demonstraram melhor controle da ferrugem do cafeeiro. Os isolados endofíticos TG4-Ia e TF9-Ia foram identificados como Bacillus lentimorbus Dutky e Bacillus cereus Frank. & Frank., respectivamente. De acordo com os resultados verifica-se que alguns isolados foram eficientes em controlar a ferrugem do cafeeiro, embora alguns tenham aumentado a severidade da doença. Apesar do número relativamente baixo de bactérias endofíticas testadas, resultados promissores foram obtidos em relação ao controle biológico da ferrugem, sendo que esses poderão no futuro apresentar uma alternativa aos fungicidas.
Thesagro: Café
Controle Biológico
Ferrugem.
Ano de Publicação: 2006
Aparece nas coleções:Artigo em periódico indexado (CNPMA)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2006AP017.pdf223,62 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace