Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/157649
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Semiárido - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Data do documento: 19-Set-2006
Tipo do Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Autoria: GALVÍNCIO, J. D.
MOURA, M. S. B. de
Informaçães Adicionais: JOSICLÉDA DOMICIANO GALVÍNCIO, Professora da UFPE; MAGNA SOELMA BESERRA DE MOURA, CPATSA.
Título: Aspectos climáticos da captação de água de chuva no Estado de Pernambuco.
Edição: 2005
Fonte/Imprenta: Revista de Geografia, Recife, v. 22, n. 2, p. 100-116, jul./dez. 2005.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Captação de água
Pernambuco
Recurso narural
Natural resource.
Conteúdo: Captação de água de chuva tem sido uma técnica popular em muitas partes do mundo, especialmente em regiões áridas e semi-áridas (que são aproximadamente 30% da superfície da terra). A captação de água de chuva é especialmente usada em áreas semi-áridas, onde a precipitação ocorre somente durante em alguns meses e em diferentes locais, como o semi-árido do Estado de Pernambuco, Brasil. O governo brasileiro está construindo 1 milão de cisternas para fornecer água de beber para 1 milhão de famílias do Semi-Árido brasileiro. Em Pernambuco serão construidas 22% do total de cisternas. A variabilidade da precipitação no Estado é decisiva para determinar a área de captação ideal para o abastecimento das cisternas nas diferentes regiões do estado. Esse estudo usou dados de precipitação anual para o estado de Pernambuco. Foi estimada a ocorrência de probabilidade de chuva usando a Distribuição Normal de Probabilidade dos quantis. Os resultados mostraram que em anos normais, nas áreas mais secas do estado, a precipitação média foi 400 mm. Este valor deve ser considerado para escolha do tamanho da cisterna e da área de captação para diferentes regiões de estado. A cisterna construída pelo governo tem capacidade para armazenar 16m³, para isso, é necessária uma área de captação de 60m² para garantir a eficiência e o abastecimento de água nas regiões mais secas de Pernambuco, com garantia em 80% dos anos.
Thesagro: Abastecimento de Água
Chuva
Cisterna
Climatologia.
Ano de Publicação: 2005
Aparece nas coleções:Artigo em periódico indexado (CPATSA)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Magnacpatsa2.pdf6,55 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace