Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/161429
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Semiárido - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Date Issued: 2008
Type of Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Authors: ARAGÃO, A. S. L. de
ARAUJO, F. P. de
PEREIRA, L. G. R.
COSTA, C. T. F.
MOREIRA, J. N.
BRANDAO, W. N.
AZEVEDO, S. G. de
Additional Information: Alex Santos Lustosa de Aragão, UNIVASF; FRANCISCO PINHEIRO DE ARAUJO, CPATSA; LUIZ GUSTAVO RIBEIRO PEREIRA, CPATSA; Cleber Thiago Ferreira Costa, UNIVASF; JOSE NILTON MOREIRA, CPATSA; WELITON NEVES BRANDAO, CPATSA; SERGIO GUILHERME DE AZEVEDO, CPATSA.
Title: Relação caule/folha e composição bromatológica da pustumeira submetida a diferentes espaçamentos e adubação.
Publisher: In: CONGRESSO NORDESTINO DE PRODUÇÃO ANIMAL, 5.; SIMPÓSIO NORDESTINO DE ALIMENTAÇÃO DE RUMINANTES, 11.; SIMPÓSIO SERGIPANO DE PRODUÇÃO ANIMAL, 1., 2008, Aracaju. Anais... Aracaju: Sociedade Nordestina de Produção Animal; Embrapa Tabuleiros Costeiros, 2008.
Language: pt_BR
Keywords: Pustumeira
Ruminantes
Região semi-árida
Volumoso
Composição bromatológica
Animal nutriiton.
Description: Objetivou-se com este trabalho avaliar relação caule/folha e a composição bromatológica dos diferentes componentes da pustumeira, submetida a diferentes espaçamentos e a adubação com esterco de curral. Mudas foram plantadas no Campo Experimental da Caatinga da Embrapa Semi-Árido no início da estação chuvosa, em sistema "in situ" de captação de água da chuva Guimarães Duque. O delineamento estatístico utilizado foi o de blocos ao acaso, em esquema fatorial 2 x 2, sendo dois espaçamentos (1, 0 m x 1,0 m e 1,0 m x 0,5 m) com presença ou ausência de esterco de curral, e quatro repetições. Na estação seca, após seis meses de plantio, foi realizado um corte a 30 cm do solo. As amostras foram coletadas e separadas em planta inteira, folha e caule, pré-secas em estufa, para determinação de matéria seca, proteína bruta e matéria mineral. Os teores de matéria seca para folha, haste e planta inteira foram 32, 47 e 45%, respectivamente. A proteína bruta apresentada concentrou-se na folha. Os valores observados foram de 17,0%, 9,4% e 13,1%, para folha, haste e planta inteira espectivamente. Não houve influência do espaçamento e da adubação com esterco na relação caule/folha e composição bromatológica dos componentes da planta, exceto para o teor de matéria mineral das folhas que na presença de esterco, variou de 15.04 % para 17.50%, nos espaçamentos 1,0 m e 0,5 m rspectivamente.
Thesagro: Forragem
Nutrição animal
Adubação
Nutrição.
Data Created: 2009-01-08
Appears in Collections:Artigo em anais de congresso (CPATSA)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
OPB2157.pdf40.63 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace