Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/216057
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Arroz e Feijão - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Data do documento: 14-Fev-2008
Tipo do Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Autoria: LEOPOLDINO, W. M.
LANA, R. P.
EIFERT, E. C.
ARCURI, P. B.
MANTOVANI, H. C.
MARTINS, R. G. R.
Informaçães Adicionais: W. M. Leopoldino, bolsita CNPq; R. P. Lana, bolsista CNPq; Eduardo da Costa Eifert, CNPAF; Pedro Braga Arcuri, CNPGL; H. C. Mantovani, Universidade Federal de Viçosa; R. G. R. Martins, bolsista CAPES.
Título: Avaliação de ionóforos pela técnica da perda do potássio celular e produção de gases in vitro.
Edição: 2007
Fonte/Imprenta: Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia, Belo Horizonte, v. 59, n. 6, p. 1516-1522, dez. 2007.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Vaca
Fermentação
Monensina
Potássio
Produção de gases
Ionóforo
Própolis
Lasalocida
Conteúdo: Dois estudos foram realizados com vacas lactantes utilizadas como unidade experimental e doadoras de líquido ruminal, sendo as populações de bactérias utilizadas para avaliar a ação de níveis crescentes de lasalocida e monensina na resistência à perda de potássio intracelular, e para produção de gases in vitro. A perda de potássio (Kmax) da lasalocida foi menor para a população de bactérias obtidas do líquido de rúmen de vacas submetidas a dietas com monensina, óleo de soja e monensina mais óleo de soja (19,4 a 25,4%) quando comparada com a perda de potássio em vacas submetidas a dietas sem ionóforo e óleo de soja (30,1%). O mesmo ocorreu para a perda de potássio da monensina, em que o menor valor foi de 6,5% para monensina mais óleo e o maior, de 29,5%, para o controle. Necessita-se de alta concentração de monensina (Kd= 2,3µM), porém baixa de lasalocida (Kd= 0,2µM) para causar a metade da perda máxima de potássio intracelular da população de bactérias do rúmen de vacas submetidas a dietas com monensina. As populações de bactérias de vacas submetidas às dietas com monensina foram sensíveis à lasalocida. As amostras incubadas com própolis produziram menor volume de gases (12,9ml/100g de MS).
Ano de Publicação: 2007
Aparece nas coleções:Artigo em periódico indexado (CNPAF)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ABMVZLeopoldino.pdf184,26 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace