Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/313800
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Florestas - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Data do documento: 11-Dez-2007
Tipo do Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Autoria: BELLOTE, A. F. J.
DEDECEK, R. A.
LAVORANTI, O. J.
TOMAZZELLO FILHO, M.
ANDRADE, G. C.
Informaçães Adicionais: Antonio Francisco Jurado Bellote, Embrapa Florestas; Renato A. Dedecek, Embrapa Florestas; Osmir José Lavoranti; Mario Tomazello Filho, ESALQ - USP; Guilherme Castro Andrade, Embrapa Florestas.
Título: Acúmulo de carbono no Pinus taeda estimado pela densitometria de raios X e análise de tronco.
Edição: 2006
Fonte/Imprenta: Boletim de Pesquisa Florestal, Colombo, n. 53, p. 137-154, jul./dez. 2006.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Seqüestro de carbono
Sítio florestal.
Conteúdo: O objetivo deste trabalho foi avaliar o crescimento do Pinus taeda e, com base nas técnicas de densitometria de raios X e de análise de tronco, desenvolver modelos matemáticos para estimar a quantidade de carbono acumulada pelo lenho das árvores em função do DAP, em plantios de diferentes idades. Foram selecionados cinco plantios de Pinus taeda, plantados em sítios com diferentes tipos de solos, intensidade de desbaste e ritmos de crescimento. Em cada sítio foram selecionadas árvores do extrato dominante, que foram abatidas para coleta dos discos de madeira em diferentes alturas a serem submetidos a técnicas de densitometria de raios X e análise de tronco. Para a interpretação dos dados foram desenvolvidos modelos matemáticos, cujas equações foram comparadas pelo teste de identidade, igualdade estatística e validadas através da técnica de bootstrap. Os resultados obtidos mostraram que a produtividade do P. taeda é influenciada pelo solo e por práticas silviculturais; a densitometria de raios X e a análise de tronco permitem o desenvolvimento de modelos matemáticos que estimam com bastante precisão o acúmulo de carbono no lenho do Pinus taeda; classes de sítios assim como árvores de diferentes diâmetros geram diferentes modelos matemáticos para a estimativa do acúmulo de carbono.
Thesagro: Desbaste
Modelo Matemático
Produtividade.
Ano de Publicação: 2006
Aparece nas coleções:Artigo em periódico indexado (CNPF)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
BPF53p137154.pdf597,56 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace