Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/350504
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Amapá - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Data do documento: 7-Dez-2007
Tipo do Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Autoria: COSTA, N. de L.
MOURA, G. de M.
MAGALHAES, J. A.
TOWNSEND, C. R.
PEREIRA, R. G. de A.
OLIVEIRA, J. R. da C.
Informaçães Adicionais: NEWTON DE LUCENA COSTA, CPAF-AP; GERALDO DE MELO MOURA, CPAF-AC; JOAO AVELAR MAGALHAES, CPAMN; CLAUDIO RAMALHO TOWNSEND, CPAF-RO; RICARDO GOMES DE ARAUJO PEREIRA, CPAF-Rondonia; JOSE RIBAMAR DA CRUZ OLIVEIRA, CPAF-RO.
Título: Regimes de cortes em cultivares de mandioca para alimentação animal em Porto Velho, Rondônia, Brasil.
Edição: 2007
Fonte/Imprenta: REDVET, v. 8, n. 9, set. 2007.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Matéria seca
Parte aérea
Raiz
Conteúdo: O objetivo do presente trabalho foi avaliar o efeito da altura e freqüência de poda, sobre a produtividade de parte aérea e de raízes em seis cultivares de mandioca. Foram avaliadas duas alturas (0,50 m e 1,00 m) e três freqüências de poda (aos 6, 12 e 18 meses, aos 12 e 18 meses e aos 18 meses), envolvendo as cultivares Paumari I, Curimem Doida, Paranacre, Campária, Baianinha e Milagrosa. Os maiores rendimentos de matéria seca foram obtidos com a cultivar Paumari I, independentemente da altura de poda, e com a cultivar Milagrosa com cortes a 50 cm acima do solo, enquanto que as maiores produções de matéria seca foliar foram registradas com a cultivar Paumari I, independentemente da altura de corte. Os maiores rendimentos de matéria seca total e de folhas foram obtidos com cortes aos 12 meses. Os rendimentos de raízes não foram afetados pela altura de poda, contudo foram inversamente proporcionais à idade das plantas. A cultivar Milagrosa, independentemente da altura de corte, foi a mais produtiva. Para o aproveitamento simultâneo da parte aérea e das raízes, recomenda-se a utilização das cultivares Milagrosa e Paumari I, independentemente da altura de corte, com poda aos 12 meses.
Ano de Publicação: 2007
Aparece nas coleções:Artigo em periódico indexado (CPAF-AP)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
090719.pdf179,94 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace