Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/353123
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Amapá - Resumo em anais de congresso (ALICE)
Data do documento: 16-Dez-2008
Tipo do Material: Resumo em anais de congresso (ALICE)
Autoria: CARNEIRO, C. E. A.
MELEM JUNIOR, N. J.
BRITO, O. R.
FIORETTO, R. A.
FONSECA, I. C. de B.
Informaçães Adicionais: NAGIB JORGE MELEM JUNIOR, CPAF-AP.
Título: Efeito do tempo de armazenamento na avaliação do carbono total e lábil em amostra de um Latossolo vermelho eutroférrico.
Edição: 2007
Fonte/Imprenta: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIA DO SOLO, 31., 2007, Gramado. Conquistas e desafios da Ciência do Solo brasileira. Porto Alegre: Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2007.
Páginas: 260
Idioma: pt_BR
Conteúdo: A dinâmica dos agroecosistemas depende das interações entre biomassa microbiana, carbono orgânico, disponibilidade de água e de nutrientes no solo, dentre outros fatores. Ao efetuar a amostragem de solos para fins de análises químicas procura-se adotar procedimentos adequados para coleta preparo e armazenamento das amostras, visando evitar alterações significativas nas suas propriedades. Desta forma no presente trabalho avaliou-se o efeito do tempo de armazenamento das amostras no teor de carbono total e lábil de um Latossolo Vermelho eutroférrico mantido sob diferentes sistemas de manejo (mata, citrus e plantio convencional). Foram utilizadas amostras compostas, coletadas da camada superficial de de 0-10 cm. A biomassa microbiana foi feita com o solo recém coletado e as análises químicas e de carbono total e lábil na TFSA. A biomassa microbiana foi maior no sistema Mata. Houve uma variação da fertilidade em função do manejo do próprio sistema estudado. Os teores iniciais de carbono total para os sistemas mata, plantio convencional e citros foram estimados em 28,0; 17,8 e 22,8 9 kg", respectivamente. O carbono lábil antes e após 120 dias de armazenamento das amostras correspondeu a 36 e 60% do carbono total do solo, respectivamente. Em razão deste aumento foi estimado que o tempo médio de armazenamento das amostras de solo, em condições naturais de ambiente de laboratório, para este tipo de avaliação não deve ultrapassar 45 dias, pois a partir deste período as mudanças ocorridas influenciaram significativamente os teores de carbono lábil, aumentando a sua proporção em relação ao carbono total do solo.
Thesagro: Composto Orgânico
Latossolo.
Ano de Publicação: 2007
Aparece nas coleções:Resumo em anais de congresso (CPAF-AP)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CPAFAP2007EFEITODOTEMPODEARMAZENAMENTO.pdf1,46 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace