Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/397806
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Amazônia Oriental - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Data do documento: 22-Set-1998
Tipo do Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Autoria: SOUZA FILHO, A. P. S.
RODRIGUES, L. R. de A.
RODRIGUES, T. de J. D.
Informaçães Adicionais: ANTONIO PEDRO DA SILVA SOUZA FILHO, CPATU; LUIS ROBERTO A. RODRIGUES, FCAVJ/UNESP; TERESINHA DE JESUS D. RODRIGUES, FCAVJ/UNESP.
Título: Potencial alelopático de forrageiras tropicais: efeitos sobre invasoras de pastagens.
Edição: 1997
Fonte/Imprenta: Planta Daninha, Viçosa, v. 15, n. 1, p. 53-60, 1997.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Erva daninha
Germinação de semente
Extrato vegetal
Efeito alelopático
Desmodio
Guanxuma
Assa-peixe
Gramínea forrageira
Alelopatia
Leguminosa forrageira
Brachiaria humidicola
Brachiaria brizantha
Stylosanthes guianensis
Calopogonium mucunoides
Weeds
Seed
Germination
Plant extracts
Feed grasses
Feed legumes
Allelopathy
Conteúdo: Extratos aquosos de sementes, parte aérea e raízes de três gramíneas e três leguminosas forrageiras foram preparados a uma concentração de 10%, com o objetivo de avaliar os efeitos potencialmente alelopáticos sobre a germinação de sementes e o alongamento da radícula das invasoras de pastagens: desmódio, guanxuma e as sa-pe ix e. A germinação foi monitorada em períodos de dez dias, com contagens diárias e eliminação das sementes germinadas. O alongamento da radícula era medido ao final de um período de dez dias de crescimento. Os efeitos do potencial osmótico foram isolados através de cálculos. As espécies doadoras evidenciaram potencialidades alelopáticas que variou de intensidade em função da especificidade entre espécies doadoras e receptoras. B. brizantha e calopogônio foram as espécies que promoveram as reduções mais intensas sobre a germinação das sementes e o alongamento da radícula das espécies receptoras. A parte aérea das espécies doadoras constituiu-se na principal fonte de substâncias potencialmente alelopáticas, solúveis em água. Independentemen te da espécie doadora, desmódio e guanxuma foram as invasoras que se mostraram mais susceptíveis aos efeitos potencialmente alelopáticos, enquanto o assa-peixe foi a mais tolerante.
Ano de Publicação: 1997
Aparece nas coleções:Artigo em periódico indexado (CPATU)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
PlantaDaninha7.pdf398,16 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace