Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/444607
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Soja - Resumo em anais de congresso (ALICE)
Data do documento: 11-Nov-2003
Tipo do Material: Resumo em anais de congresso (ALICE)
Autoria: KRZYZANOWSKI, F. C.
FRANÇA-NETO, J. B.
COSTA, N. P.
HENNING, A. A.
KASTER, M.
Informaçães Adicionais: FRANCISCO CARLOS KRZYZANOWSKI, CNPSO; JOSE DE BARROS FRANCA NETO, CNPSO; ADEMIR ASSIS HENNING, CNPSO.
Título: Desenvolvimento de método para a seleção de genótipos de soja para qualidade de semente, através da permeabilidade de membranas celulares.
Edição: 1997
Fonte/Imprenta: Informativo ABRATES, Curitiba, v. 7, n. 1/2, p. 45, jul;/ago. 1997. Número especial, ref. 024.
Idioma: pt_BR
Notas: Edição do X Congresso Brasileiro de Sementes, 1997.
Palavras-chave: Soja
Conteúdo: RESUMO - Visando desenvolver método de seleção de genótipos de soja com alta qualidade fisiológica de semente, a permeabilidade das membranas celulares da semente de soja foi avaliada, tendo em vista que é um dos primeiros eventos do processo de deterioração e que pode ser facilmente aferido em laboratório. A possível existência de variabilidade genética para essa característica torna-a promissora, para ser utilizada quando há a necessidade de avaliar centenas de genótipos, em curto espaço de tempo. No ano agrícola 95/96, produziram-se, em casa de vegetação, sementes de cinco cultivares de soja, cujas plantas foram cortadas no estádio de maturação R7, desfolhadas e postas para secar em ambiente ventilado, sendo posteriormente debulhadas manualmente. As sementes obtidas foram deterioradas em diferentes níveis, através do envelhecimento acelerado (EA), em câmara com altas temperatura e umidade relativa e avaliadas quanto à permeabilidade de membrana, através da condutividade elétrica (CE) da solução de embebição delas. As sementes tratadas, através do EA, tiveram o sistema de membranas restaurado, inferido pelo aumento do percentual de sementes nos índices menores de condutividade, o que é um bom indicativo para a seleção de genótipos com características de boa qualidade de semente. O teste de CE foi sensível para distinguir a diferença de qualidade de semente entre as cultivares IAS 5 e Davis, nas faixas de condutividade de 0-40, 0-45, 0-50 e 0-55 micro­ amperes, tanto no tratamento de EA de 48 horas a 41ºC corno no de 72 horas a 41ºC; para os genótipos BR 83-147, FT-2 e FT-10, as diferenças foram observadas na faixa de condutividade de 0-45 micro-amperes, no tratamento de EA de 72 horas a 41ºC.
Ano de Publicação: 1997
Aparece nas coleções:Resumo em anais de congresso (CNPSO)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ID224390001.pdf328,38 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace