Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/444797
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Soja - Resumo em anais de congresso (ALICE)
Data do documento: 11-Nov-2003
Tipo do Material: Resumo em anais de congresso (ALICE)
Autoria: YUYAMA, M. A.
HENNING, A. A.
Informaçães Adicionais: ADEMIR ASSIS HENNING, CNPSO.
Título: Avaliação de thiabendazole e thiram no controle dos principais fitopatógenos em sementes de soja.
Edição: 1997
Fonte/Imprenta: Informativo ABRATES, Curitiba, v. 7, n. 1/2, p. 158, jul;/ago. 1997. Número especial, ref. 249.
Idioma: pt_BR
Notas: Edição do X Congresso Brasileiro de Sementes, 1997.
Conteúdo: RESUMO - A rápida expansão da cultura da soja, nas últimas tr,ês décadas, quase sempre feita sem o mínimo cuidado fitossanitário, permitiu que a maioria dos patógenos fosse disseminada a todas as regiões produtoras, através da semente, o principal veículo de disseminação e de introdução em novas áreas de cultivo. Além dos aspectos de transmissão e suas conseqüências epidemiológicas, a presença de certos patógenos nas sementes pode resultar nas reduções do potencial germinativo, do vigor, da emergência, do período de armazenamento e até do rendimento. O tratamento de sementes é usado principalmente com a finalidade de melhorar a germinação de sementes infectadas, controlar patógenos importantes transmitidos pela semente e proteger a semente dos fungos do solo. Sementes de soja da cultivar BR-16, com 66% de vigor e 78% de potencial de germinação (teste de tetrazólio), apresentando 60,13% de Phomopsis spp., 23,25% de Fusarium semitectum, 15,63% de Cercospora kikuchii e 2,50% de Colletotrichum truncatum, foram tratadas com thiabendazole, com a mistura thiabendazole+thiram (quatro doses), na formulação líquida, e com thiram. Os efeitos dos tratamentos sobre a qualidade da semente foram avaliados através da emergência em areia (três repetições de 200 sementes) e pela análise sanitária, pelo método do papel de filtro, no qual 800 sementes de cada tratamento (quatro repetições de 200 sementes) foram incubadas por sete dias a 22ºC, sob regime de luz fluorescente branca. O fungicida thiabendazole apresentou excelente controle de Phomopsis spp., Fusarium semitectum e Cercospora kikuchii nas sementes de soja, independentemente da formulação, da dose e da mistura empregada; com relação ao controle de Col/etotrichum truncatum, thiram foi mais eficiente.
Thesagro: Soja.
Ano de Publicação: 1997
Aparece nas coleções:Resumo em anais de congresso (CNPSO)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ID224530001.pdf288,82 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace