Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/444884
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Soja - Resumo em anais de congresso (ALICE)
Data do documento: 26-Set-2001
Tipo do Material: Resumo em anais de congresso (ALICE)
Autoria: COSTA, N. P.
MESQUITA, C. M.
MAURINA, A. C.
FRANÇA-NETO, J. B.
KRZYZANOWSKI, F. C.
HENNING, A. A.
MANDARINO, J. M. G.
PEREIRA, J. E.
BORDINGNON, J. R.
Informaçães Adicionais: NILTON PEREIRA DA COSTA, CNPSo; CEZAR DE MELO MESQUITA, CNPSo; JOSE DE BARROS FRANCA NETO, CNPSO; FRANCISCO CARLOS KRZYZANOWSKI, CNPSO; ADEMIR ASSIS HENNING, CNPSO; JOSE MARCOS GONTIJO MANDARINO, CNPSO; JOSÉ ERIVALDO PEREIRA, CNPSo; JOSÉ RENATO BORDIGNON, CNPSo.
Título: Avaliacao e diagnostico das qualidades de sementes e graos provenientes da colheita mecanizada da soja em diferentes regioes do Brasil.
Edição: 2001
Fonte/Imprenta: Informativo ABRATES, Londrina, v.11, n.2, p.96, set. 2001. Numero especial, ref. 100.
Idioma: pt_BR
Notas: Edicao de Resumos do XII Congresso Brasileiro de Sementes, 17 a 20 de Setembro de 2001, Curitiba, PR.
Conteúdo: Este estudo teve como objetivo avaliar e diagnosticar a qualidade de sementes e grãos de soja provenientes da colheita mecânica de diferentes regiões produtoras de soja. Na safra 1998/99, foram coletadas 563 amostras de diferentes cultivares de soja, provenientes dos estados do Paraná, do Mato Grosso do Sul, de Minas Gerais, do Mato Grosso e do Rio Grande do Sul. Para avaliar a qualidade do produto colhido foram analisados os seguintes parâmetros: quebra, dano mecânico (teste de tetrazólio), ruptura de tegumento (teste de hipoclorito), germinação (%), vigor (TZ 1-3), viabilidade (TZ 1-5), teor de óleo e acidez de óleo. Os resultados indicaram níveis acentuados de quebras, danos mecâ­ nicos e ruptura de tegumento os quais associados aos índices de deterioração por umidade e lesões de percevejos, comprometeram significativamente as sementes procedentes de Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, regiões norte e oeste do Paraná, quando comparadas com as do sul do Paraná e com os estados do Rio Grande do Sul e Mato Grosso. Em consequência, ocorreu redução do vigor, da germinação e da viabilidade da maioria dos genótipos, resultando em baixa qualidade fisiológica do produto colhido. Todavia, nos estados de Mato Grosso, Rio Grande do Sul e região sul do Paraná houve menores índices de deterioração por umidade e lesões de percevejos, resultando na melhoria do padrão fisiológico das sementes e dos grãos. Com relação aos teores de óleo e acidez das cultivares avaliadas, os resultados indicaram que ocorreram pequenas variações de natureza estatística entre as sementes/grãos, nas cinco regiões amostradas. Contudo, os percentuais de óleo e o índice de acidez estão dentro dos padrões aceitáveis, tanto em função da qualidade como de quantidade, indicando que a colheita mecânica não afetou a qualidade do óleo e acidez que pudessem compro­meter o padrão de qualidade química da soja produzida no Brasil. Entretanto, deve-se enfatizar que a soja proveniente do Estado do Mato Grosso apresentou uma ligeira superioridade estatística em percentuais de óleo, quando comparada com a das demais regiões produtoras de soja do Brasil.
Thesagro: Colheita
Grão
Semente
Soja.
Ano de Publicação: 2001
Aparece nas coleções:Resumo em anais de congresso (CNPSO)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ID15150001.pdf382,66 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace