Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/44698
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Pecuária Sudeste - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Data do documento: 2-Mar-2000
Tipo do Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Autoria: PRIMAVESI, A. C.
PRIMAVESI, O.
POTT, E. B.
Informaçães Adicionais: ANA CANDIDA PRIMAVESI, CPPSE, SÃO CARLOS, SP.; ODO PRIMAVESI, CPPSE, SÃO CARLOS, SP.; EDISON BENO POTT, CPPSE, SÃO CARLOS, SP.
Título: Resposta de dois cultivares de aveia ao nitrogênio, em três freqüências de corte e duas épocas de plantio. II. Valor Nutritivo.
Edição: 1999
Fonte/Imprenta: Revista de Agricultura, Piracicaba, SP, v.74, n.3, p.279-293, 1999.
Páginas: 15p.
Idioma: pt_BR
Conteúdo: Este trabalho enfocou apenas a produção de forragem obtida na freqüência de dois cortes, em que foram avaliados efeitos de doses de nitrogênio (0, 40, 80, 160 e 320 kg ha ') e de duas épocas de plantio (abril e maio), no valor nutritivo da forragem de dois cultivares de aveia (São Carlos e UPF 3). 0 experimento foi conduzido em Latossolo Vermelho- Escuro, sob irrigação, na Embrapa Pecuária Sudeste, localizada em São Carlos, SP. Três blocos casualizados foram usados, com os tratamentos organizados em esquema fatorial (dois cortes X cinco doses de N). Na primeira época de plantio verificou-se que doses maiores de N acarretaram teores maiores de proteína bruta (PB) na forragem do segundo corte nos dois cultivares. No cultivar São Carlos, o teor de P no segundo corte decresceu com as doses de N. No cultivar UPF 3, o teor de Mg aumentou com as doses de N, no segundo corte. A forragem do primeiro corte nos dois cultivares apresentou teores de maiores de fibra em detergente neutro (FDN), e de Mg apenas no cultivar UPF 3; e a do segundo coite, valores maiores de PB, digestibilidade in vitro da matéria seca (DIVMS) P e Ca, exceto no cultivar UPF, 3, que nao apresentou diferença entre cortes nos teores de Ca. Na segunda época de plantio, verificou-se, no segundo corte, nos dois cultivares, que a dose maior de N gerou teores maiores de PB e que ocorreu decréscimo no teor de P com o aumento das doses de N, no cultivar São Carlos. No segundo corte ocorreram teoresmaiores de PB, CA, P. Mg, em ambos os cultivares, exceto no cultivar Sao Carlos, em que os teores de Mg foram iguais no dois cortes; e valores nemores de FDN e DIVMS, sendo a DIVMS semelhantes nos dois cortes no cultivar Sao Carlos.
Thesagro: Avena Sativa
Avena Byzantina
Adubação
Época de Plantio
Nitrogênio
Valor Nutritivo.
Ano de Publicação: 1999
Aparece nas coleções:Artigo em periódico indexado (CPPSE)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
PROCIACP1999.00103.pdf7,21 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace