Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/45247
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Pecuária Sudeste - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Data do documento: 19-Fev-2001
Tipo do Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Autoria: MASCIOLI, A. dos S.
FARO, L. E.
ALENCAR, M. M. de
FRIES, L. A.
BARBOSA, P. F.
Informaçães Adicionais: Embrapa Pecuária Sudeste - São Carlos, SP.
Título: Estimativas de parâmetros genéticos e fenotípicos e análise de componentes principais para características de crescimento na Raça Canchim.
Edição: 2000
Fonte/Imprenta: Revista Brasileira de Zootecnia V.29, n.6, p.1654-1660, 2000.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Componentes principais
Ganhos de peso
Parâmetros genéticos
Pesos
Melhoramento de Planta
Pastagem natura
Produção de massa.
Conteúdo: Os objetivos deste trabalho foram obter estimativas de herdabilidade e de correlação genéticas, fenotípicas e de ambiente, para os ganhos diários de peso do nascimento a desmama (GND), da desmama aos 12 mese (GDA), dos 12 aos 18 meses (GASA) e dos 18 aos 24 meses (GSADA) de idade, e estimar componentes principais para essas características de crescimento na raça canchim. Os dados foram analisados pelo método dos quadros mínimos. As estimativas de herbilidade foram iguais a 0,39+-0,07 (GND), 0,20+-0,04 (GDA), 0,20+-0,05 (GASA) e 0,13+-0,05(GSADA). As correlações genéticas de GND com GASA e de GDA com GSA foram moderados e positivas, indicando associação genética favorável entre essas caracaterísticas. As correlações genéticas entre os ganhos de peso e os seus pesos adjacentes foram normalmente altas e positivas. Para os pesos, o primeiro componente principal explicou 74% da variação total e um índice das características estudadas, cuja importância elevou-se de acordo com a idade do animal. O segundo componente explicou 14% da variação total e diferenciou animais com maiores pesos da desmama aos 18 meses de idade com aqueles de mairoes pesos aos 24 meses de idade, ou seja, caracterizando animais com maior ou menor precocidade de crescimento e taxa de maturação precoce versus tardia. Para os ganhos de peso, o primeiro componente explicou 44% da variação total e contrastou animais de maiores GDA e GSADA com animais de maiores GASA, ou seja, o ganho ocorrido nas épocas desfavoráveis com ganho durante a época favorável.
Thesagro: Pesquisa
Vegetação Nativa.
Ano de Publicação: 2000
Aparece nas coleções:Artigo em periódico indexado (CPPSE)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
PROCIMMA2000.00007.pdf37,23 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace