Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/533899
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Caprinos e Ovinos - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Date Issued: 2008
Type of Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Authors: SANTIAGO, L. B.
BRITO, R. L. de
SANTOS, W. W. S. dos
RODRIGUES, A. de S.
ANDRIOLI, A.
ALVES, F. S. F.
PINHEIRO, R. R.
Additional Information: Lauana Borges Santiago, Pós-graduanda Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA), bolsista FUNCAP
ALICE ANDRIOLI, CNPC
FRANCISCO SELMO FERNANDES ALVES, CNPC
Apoliana de Sousa Rodrigues, Graduanda UVA, bolsista FUNCAP
Roberta Lomonte Lemos de Brito, Bolsista FUNCAP, pós-graduanda UVA
Vanderlan Warlington Souza dos Santos graduando UVA bolsista FUNCAP
RAYMUNDO RIZALDO PINHEIRO, CNPC.
Title: Etiologia e prevalência da mastite de origem bacteriana em animais livres e portadores de Artrite-encefalite caprina.
Publisher: In: CONGRESSO NORDESTINO DE PRODUÇÃO ANIMAL, 5.; SIMPÓSIO NORDESTINO DE ALIMENTAÇÃO DE RUMINANTES, 11.; SIMPÓSIO SERGIPANO DE PRODUÇÃO ANIMAL, 1., 2008, Aracaju. Anais... Aracaju: Sociedade Nordestina de Produção Animal; Embrapa Tabuleiros Costeiros, 2008. 3 f.1 CD ROM.
Language: pt_BR
Keywords: Mastite
Artrite encefalite caprina
CAE
Prevalência
Exame microbiológico
Retrovírus.
Description: A manifestação clínica na glândula mamária da Artrite-Encefalite Caprina (CAE) é freqüente e tem grande significado econômico na caprinocultura ao comprometer a produção leiteira e predispor a glândula mamária a infecções secundárias. Objetivou-se com este estudo determinar a prevalência e isolar e identificar os microrganismos causadores de mastite em animais livres e portadores de CAE. Foram utilizadas 44 cabras mestiças Saanen x Anglo-Nubiana, sendo 19 positivas para a CAE e 25 livres da enfermidade. As amostras de leite para o microbiológico foram coletadas de cada teto, durante sete meses, plaqueadas em Ágar Sangue e mantidas sob incubação a 37°C por 48h, totalizando 588 amostras. As colônias foram caracterizadas macro e microscopicamente. Posteriormente foram submetidas às provas bioquímicas de acordo com a suspeita microbiológica. Em relação ao grupo de animais infectados pela CAE, 28,17% das amostras analisadas foram microbiologicamente positivas, e no rebanho negativo, 18,15% obtiveram resultado positivo. Foi constatada diferença estatística significativa (p<0,01) entre os grupos, demonstrando maior incidência de mastite bacteriana no grupo infectado com CAE. Em relação à identificação dos microrganismos isolados, não houve diferença estatística significativa entre os grupos. Staphylococcus sp. coagulase negativa foi identificado em 95,77% das amostras positivas ao exame microbiológico, no grupo de animais infectados pela CAE, e em 93,44% no rebanho livre da doença.
Thesagro: Caprino
Doença Animal
Etiologia
Glândula Mamaria
Microbiologia.
Data Created: 2008-12-09
Appears in Collections:Artigo em anais de congresso (CNPC)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AACEtiologiaeprevalencia.pdf53,25 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace