Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/534022
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Caprinos e Ovinos - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Data do documento: 19-Mai-2008
Tipo do Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Autoria: OLIVEIRA, M. V. V. de
MOTA, R. A.
OLIVEIRA, A. A. da F.
MEIRELLES, F. S. de
SILVA, F. F. da.
Informaçães Adicionais: Mônica Valéria Vieira de Oliveira, Universidade Federal Rural de Pernambuco; Rinaldo Aperecido Mota, UFRPE; Andréa Alice da Fonseca Oliveira, CNPC.
Título: Utilização do whiteside modificado e California Mastitis Test no diagnóstico da mastite subclínica em búfalas e sua relação com o exame microbiológico.
Edição: 2004
Fonte/Imprenta: Ciência Animal, Fortaleza, v. 14, n. 1, p. 39-45, 2004.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Bubalino
Mastite
Diagnóstico
California mastitis test
Conteúdo: Foram avaliadas a sensibilidade e a especificidade dos testes California Mastitis Test (CMT) e Whiteside Modificado (WM) como métodos auxiliares no diagnóstico da mastite subclínica em búfalas do Estado de Pernambuco. Estabeleceu-se, também, uma relação entre o estágio e o número de lactações frente à infecção da glândula mamária e a participação dos agentes etiológicos na enfermidade. Foram analisadas 196 amostras de leite procedentes de 49 búfalas em cinco propriedades rurais da Zona da Mata Sul. Destas, 139 (70,9%) amostras foram positivas ao exame microbiológico, isolando-se 76 (55%) amostras de Staphylococcus spp, sendo 18 (13%) de Staphylococcus coagulase positiva e 58 (42%) Staphylococcus coagulase negativa. Isolaram-se também 25 amostras de bastonetes (18%) Gram negativos, oito de (6%) Streptococcus spp e três (2,2%) de Micrococcus spp em culturas puras ou em associação, além de 45 amostras (32,4%) de Bacillus spp. A análise dos testes CMT e WM demonstraram baixa sensibilidade e especificidade quando comparados ao isolamento bacteriano. O número e o estágio da lactação não influenciaram no aparecimento da infecção na glândula mamária desta espécie. ABSTRACT - One hundred and ninety six buffalo milk samples were analyzed from farms in the South region of Pernambuco State, Brazil. The sensibility and specificity of the California Mastitis Test (CMT) and the Modified Whiteside were studied as auxiliary methods in the diagnosis of subclinical mastitis. A relationship between the stage and the number of lactations regarding mammary infection was established. One hundred and thirty nine (70,9%) samples were positive in the microbiological exam, resulting in 76 samples of Staphylococcus spp. Fifty eight samples (42%) were classified as coagulase negative Staphylococcus. Other bacterias isolated were Bacillus spp (45/32,4%), Gram negative bacillus (25/18%), Streptococcus spp (8/6%) and Micrococcus spp (3/2,2%) in pure or mixed culture. The CMT and WM analysis showed low sensibility and specificity when compared to bacterial isolation. The number and stage of lactations did not influence on occurrence of the infection in the mammary gland of this species.
Ano de Publicação: 2004
Aparece nas coleções:Artigo em periódico indexado (CNPC)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
APIUtilizacaodowhiteside.pdf63,88 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace