Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/534027
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Caprinos e Ovinos - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Data do documento: 11-Dez-2008
Tipo do Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Autoria: SANTOS, W. W. S. dos
BRITO, R. L. de
SANTIAGO, L. B.
SANTOS, D. C. dos
LEAL, A. S.
ANDRIOLI, A.
PINHEIRO, R. R.
Informaçães Adicionais: Vanderlan Warlington Souza dos Santos, Graduando Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA), bolsista FUNCAP; Roberta Lomonte Lemos de Brito, Bolsista FUNCAP, Pós-graduanda UVA; Lauana Borges Santiago, Pós-graduanda Universidade, UVA, bolsista FUNCAP; Daniela Carvalho dos Santos, Graduanda Faculdade Pio Décimo Aracajú-SE; Alyne Sousa Leal, Graduanda Faculdade Pio Décimo Aracajú-SE; Alice Andrioli Pinheiro, Embrapa Caprinos (CNPC); Raymundo Rizaldo Pinheiro, Embrapa Caprinos (CNPC).
Título: Contagem de células somáticas e sua relação com o "California Mastitis Test" de cabras positivas e negativas para artrite-encefalite caprina a vírus.
Edição: 2008
Fonte/Imprenta: In: CONGRESSO NORDESTINO DE PRODUÇÃO ANIMAL, 5.; SIMPÓSIO NORDESTINO DE ALIMENTAÇÃO DE RUMINANTES, 11.; SIMPÓSIO SERGIPANO DE PRODUÇÃO ANIMAL, 1., 2008, Aracaju. Anais... Aracaju: Sociedade Nordestina de Produção Animal; Embrapa Tabuleiros Costeiros, 2008. 3 f. 1 CD ROM.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Caprino
Cabra leiteira
Mastite
Diagnóstico
California mastitis test
Contagem de celula somática
Conteúdo: Objetivou-se comparar a Contagem de Células Somáticas (CCS) do leite de cabras mestiças (½ Anglo-nubiano ½ Saanen) positivas e negativas para Artrite-Encefalite Caprina à Vírus (CAEV), com os resultados correspondentes do (California Mastitis Test) (CMT). Foram utilizados 44 animais em estágio de lactação entre 90 e 210 dias, pertencentes ao rebanho da Embrapa Caprinos. As amostras de leite foram coletadas a cada 28 dias, durante cinco meses. Após descarte dos primeiros jatos e higienização com álcool a 70%, amostras para a realização do CMT eram coletadas de cada teto e, em seguida, realizava-se a ordenha manual. O leite era pesado e retirava-se uma amostra para CCS em frasco plástico contendo Bronopol®. A CCS foi feita pelo método de citometria de fluxo em prazo máximo de quatro dias. Os valores médios da CCS das cabras positivas e negativas para CAEV foram agrupados em relação aos escores aritméticos do CMT correspondentes. Foi observada diferença (p<0,05) no teste do .2 entre as freqüências encontradas, nos escores aritméticos 0 e 4 (.2 =5,36); 2 e 4 (.2=4,57) e 3 e 4 do CMT (.2=4,02). Houve diferença (p<0,05) entre as positivas e negativas nos escores 2+ e 3+, pelo teste "t" de Student. Nesses escores, os valores médios da CCS de cabras positivas para CAEV foram superiores aos das negativas, mostrando que o vírus influencia diretamente no aumento da contagem das células somáticas do leite, possivelmente por lesionar a glândula e predispor infecções secundárias.
Ano de Publicação: 2008
Aparece nas coleções:Artigo em anais de congresso (CNPC)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
AACContagemdecelulassomaticas.pdf120,96 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousGoogle BookmarksMySpace