Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/534582
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Caprinos e Ovinos - Resumo em anais de congresso (ALICE)
Date Issued: 2008
Type of Material: Resumo em anais de congresso (ALICE)
Authors: ZAROS, L. G.
NEVES, M. R. M. das
BENVENUTI, C. L.
NAVARRO, A. M. do C.
MEDEIROS, H. R. de
VIEIRA, L. da S.
Additional Information: Lilian Giotto Zaros, bolsista DCR FUNCAP/CNPq Embrapa Caprinos; Maria Rosalba Moreira das Neves, pós-graduanda Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA); Camila Lourdes Benvenuti, pós-graduanda Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA); Andrinei M. C. Navarro, bolsista PIBIC CNPq/Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA)/ Embrapa Caprinos (CNPC); Henrique Rocha de Medeiros, bolsista FUNCAP/CNPq/Embrapa Caprinos (CNPC); Luiz da Silva Vieira, Embrapa Caprinos (CNPC).
Title: Desempenho de ovinos Santa Inês, Somalis e Dorper em caatinga nativa naturalmente infectados por nematódeos gastrintestinais.
Publisher: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE PARASITOLOGIA VETERINÁRIA, 25.; SEMINÁRIO DE PARASITOLOGIA VETERINÁRIA DOS PAÍSES DO MERCOSUL, 2., 2008, Curitiba. Programa e resumos. Curitiba: UFPR: Universidade Estadual de Londrina, 2008. Resumo P-080.
Language: pt_BR
Keywords: Raça Santa Inês
Somalis
Nematóide gastrintestinal
Infecção natural
Brasil
Ceará.
Description: A capacidade de resposta às infecções por nematódeos gastrintestinais pode ser determinada por marcadores fenotípicos. O presente trabalho teve como objetivo comparar o desempenho de ovinos Santa Inês, Somalis e Dorper frente às infecções naturais por nematódeos gastrintestinais. Para isto, foram utilizados 26 ovinos Santa Inês, 30 Somalis e 19 Dorper, com idade entre 3 e 4 meses. No início do experimento os animais foram vermifugados e mantidos em pastagem nativa. Durante sete semanas, os animais foram pesados, submetidos à avaliação de escore corporal e Famacha, e coletado sangue para a determinação do volume globular (VG), proteína plasmática total (PPT) e eosinófilos, e fezes para a realização das contagens ovos de nematódeos (OPG) e culturas fecais para obtenção e classificação das larvas infectantes. As diferenças significativas entre as raças foram obtidas pela análise de variância e Teste de Tukey, e determinada a correlação de Pearson. Os dados de OPG e eosinófilos foram transformados em log (x + 1). O gênero Haemonchus spp. foi predominante seguido por Trichostrongylus spp. Os animais mestiços Santa Inês apresentaram menor contagem média de OPG (2363 ovos/g; P<0,0001), seguidos pelos Somalis (3787 ovos/g) e Dorper (4786 ovos/g); maiores níveis de volume globular (27,07; P<0,003), proteína plasmática total (5,87 P<0,0001), eosinófilos (1039 células/microlitro de sangue; P<0,001) e menor grau Famacha (2; P<0,01). Não houve diferença entre a média de ganho de peso entre os grupos. Os coeficientes de correlação obtidos em conjunto para os 3 grupos entre VG e OPG, VG e eosinófilos, VG e Grau Famacha foram negativos (-0,56, -0,20 e -0,35; P<0,0001); entre proteína e OPG e proteína e Famacha também foram negativos (-0,29 e -0,24 P<0,001) e entre OPG e Grau Famacha foram positivos (0,25; P<0,0001). Pode-se inferir que os animais mestiços Santa Inês apresentaram melhor desempenho frente às infecções por nematódeos gastrintestinais.
Thesagro: Ovino
Verminose.
NAL Thesaurus: Dorper.
Data Created: 2008-09-29
Appears in Collections:Resumo em anais de congresso (CNPC)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RACDesempenhodeovinos.pdf33 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace