Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/575123
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Pecuária Sudeste - Resumo em anais de congresso (ALICE)
Data do documento: 17-Nov-2009
Tipo do Material: Resumo em anais de congresso (ALICE)
Autoria: COLETTI, L. Y.
GUIDONI, C. L.
ARAÚJO, D. R. F.
ALMADA, S. L.
NASSU, R. T.
VERRUMA-BERNARDI, M. R.
Informaçães Adicionais: LUANA Y. COLETTI, UFSCar/SÃO CARLOS, SP; CAROLINA L. GUIDONI, UFSCar/ SÃO CARLOS, SP; DIEGO R. F. ARAÚJO, UFSCar/SÃO CARLOS, SP; SUSAN L. ALMADA, UFSCar/SÃO CARLOS, SP; RENATA TIEKO NASSU, CPPSE; MARTA R. VERRUMA-BERNARDI, UFSCar, São Carlos, SP.
Título: Análise sensorial da aparência de cinco tipos de palmitos: com e sem rotulagem.
Edição: 2009
Fonte/Imprenta: In: CONGRESSO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, 17.; JORNADA CIENTÍFICA DA UFSCar, 8., 2009, São Carlos, SP. Anais... São Carlos: UFSCar, 2009.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Análise sensorial.
Conteúdo: O palmito é considerado uma iguaria tipicamente brasileira e de grande aceitação no mercado, tanto interno quanto externo, sendo que, nos EUA e na Europa, esse compete com produtos como alcachofra e aspargo. É classificado como uma hortaliça não convencional e pode ser extraído de várias espé cies de palmeiras, sendo que a escolha destas depende de fatores como disponibilidade, palatabilidade, cor, formato e rendimento, além da facilidade de extração. No Brasil, antes da década de 60, a extração era feita de forma predatória e concentrava-se no palmito do tipo Juçara, nativo da Mata Atlântica. Como este apresenta um ciclo longo e sua palmeira não perfilha (necessita de replantio) sua presença natural foi quase exterminada. Devido ao aumento da fiscalização por órgãos oficiais impedindo a devastação predatória, ao custo do reflorestamento e ao alto preço do produto no mercado externo, houve um incentivo ao plantio comercial e produção racional de palmito industrializado. Para isso, houve uma busca por gêneros da família Palmae que fornecessem palmito de boa qualidade em curto prazo. As espécies de maior importância sócio-econômica e ambiental são: Juçara, Açaí, Pupunha, Palmeira Real e Babaçu. Portanto, o objetivo desse trabalho foi avaliar a preferência dos palmitos quanto a aparência do produto em salmoura sem e com a rotulagem. Inicialmente foi aplicado um questionário para caracterizar o perfil do consumidor e em seguida foi realizado os testes de ordenação da preferência (1= desgostei e 5= gostei) quanto à aparência dos palmitos. Para ambos os testes foram utilizados 50 provadores, que ordenaram as amostras da esquerda para a direita conforme a cor e preferência. A interpretação dos dados obtidos nos testes de ordenação de preferência visual foi de acordo com a ABNT (1994). Para os resultados (5 amostras e 50 respostas) constatou-se que, para que haja diferença significativa entre as amostras ao nível de 5% de significância, a diferença entre o somatório de cada par de amostras deve ser igual ou maior que 44. Com o resultado da caracterização do grupo dos provadores, foi possível notar que a forma de consumo ficou em sua maioria no consumo do tipo salada e em recheio de salgados. Já os itens observados que decidiriam a compra de um determinado palmito foram: data de validade, preço e o tipo de palmito seriam os mais importantes. Quanto à preferência dos palmitos sem rotulo, os resultados mostraram a seguinte ordem nos valores dos somatórios: Babaçu (119) < Pupunha (132) < Juçara (154) < Palmeira Real (170) < Açaí (175). Verificou-se, portanto, que houve diferença significativa (p?0,05) entre o Babaçu e os palmitos Palmeira Real e Açaí, porém o não ocorreu diferença na preferência entre as demais. Quanto a preferência dos palmitos com rotulagem em relação a embalagem, verificou-se que as somatórias foram: Babaçu (117) < Palmeira Real (150) < Juçara (153) < Açaí (162) < Pupunha (168) com diferença significativa (p?0,05) entre o Babaçu e os palmitos Açaí e Pupunha. Desta maneira conclui-se que a rotulagem afetou significativamente a escolha do produto, com exceção do Babaçu que obteve resultados inferiores nos dois testes.
Thesagro: Palmito
Qualidade.
Ano de Publicação: 2009
Aparece nas coleções:Resumo em anais de congresso (CPPSE)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
PROCIRTN2009.00225.pdf36,15 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace