Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/578069
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Meio-Norte - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Data do documento: 15-Dez-2009
Tipo do Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Autoria: RIBEIRO, J. L.
RIBEIRO, V. Q.
MORELLO, C. de L.
FARIAS, F. J. C.
CARVALHO, L. P. de
VIDAL NETO, F. das C.
COSTA, J. N. da
SILVA FILHO, J. L. da
ANDRADE, F. P. de.
Informaçães Adicionais: José Lopes Ribeiro, Embrapa Meio-Norte; Valdenir Queiroz Ribeiro, Embrapa Meio-Norte; Camilo de Lelis Morello, Embrapa Algodão; Francisco José Correia Farias, Embrapa Algodão; Luis Paulo de Carvalho, Embrapa Algodão; Francisco das Chagas Vidal Neto, Embrapa Algodão; Joaquim Nunes da Costa, Embrapa Algodão; João Luis da Silva Filho, Embrapa Algodão; Francisco Pereira de Andrade, Embrapa Algodão.
Título: Avaliação de cultivares e linhagens de algodoeiro herbáceo no município de Teresina, PI.
Edição: 2009
Fonte/Imprenta: In: CONGRESSO BRASILEIRO DO ALGODÃO, 7., 2009, Foz do Iguaçu. Sustentabilidade da cotonicultura brasileira e expansão dos mercados: anais. Campina Grande: Embrapa Algodão, 2009.
Páginas: p. 1685-1690
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Melhoramento genético vegetal; Gossypium hirsutum; Fibra
Conteúdo: Com o objetivo de dar continuidade ao estudo de avaliação de cultivares e linhagens de algodão herbáceo, visando identificar as mais produtivas para cultivo em lavouras comerciais na microrregião de Teresina,PI, a Embrapa Meio-Norte em parceria com a Embrapa Algodão, conduziu no município de Teresina-PI, no ano agrícola de 2006/2007, os seguintes ensaios: ensaio regional de cultivares de algodoeiro herbáceo e ensaio de linhagens avançadas, totalizando 33 genótipos (tratamentos). Adotou-se o delineamento experimental de blocos ao acaso e quatro repetições, espaçamento de 0,80 m entre linhas e densidade populacional de 110 mil plantas por hectare. Por ocasião do plantio foi efetuada a adubação de fundação a base de 20 kg de N ha-1, 120 kg de P2O5 ha-1 e 60 kg de K2O ha-1, complementadas por duas adubações de cobertura, 50 kg de N ha-1 e 30 kg de K2O ha-1 aos 30 e 50 dias após a semeadura. As cultivares Coodetec 406, BRS Buriti, Coodetec 409, FMT 702, Delta Opal, BRS Araçá e PR 01-326 foram as mais produtivas e podem ser cultivadas em lavouras comerciais no município de Teresina. Entre as linhagens destacaram-se CNPA CO 04-2019 e CNPA CO 04-2005, com possibilidade de recomendação como cultivares, após repetição em ensaios por dois ou três anos.
Ano de Publicação: 2009
Aparece nas coleções:Artigo em anais de congresso (CPAMN)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
MGP.29516851690.pdf247,21 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace