Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/629464
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Agrobiologia - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Data do documento: 8-Jan-2008
Tipo do Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Autoria: XAVIER, G. R.
MARTINS, L. M. V.
RUMJANEK, N. G.
NEVES, M. C. P.
Informaçães Adicionais: Gustavo Ribeiro Xavier, Embrapa Agrobiologia; Lindete Miria Vieira Martins, Universidade Estadual da Bahia; Norma Gouvêa Rumjanek, Embrapa Agrobiologia; Maria Cristina Prata Neves, Embrapa Agrobiologia.
Título: Tolerância de rizóbio de feijão-caupi à salinidade e à temperatura em condição in vitro.
Edição: 2007
Fonte/Imprenta: Caatinga, Mossoró, v. 20, n. 4, p. 1-9, out./dez. 2007.
Idioma: pt_BR
Notas: Parcerias: UNEB.
Palavras-chave: Caupi
Feijão-caupi
Fixação biológica de nitrogênio
FBN
Estresse
Biological nitrogen fixation
BNF.
Conteúdo: A seleção de estirpes de rizóbio tolerantes a estresses de salinidade e temperatura, característicos da região semi-árida, arnplia as chances de sucesso para a introdução e estabelecimento de bactérias fixadoras do nitrogênio atmosférico em associação com o feijão-caupi, resultando no aumento da produtividade de grãos. Fatores como tolerância a diferentes concentrações de NaCl (1%,2% e 3%) e dois níveis de temperatura elevada (39°C e 42°C) foram estudados em setenta e seis estirpes de rizóbio, isoladas de nódulos de feijão-caupi, com o objetivo de identificar as relações com a região de origem e habito de crescimento em meio de cultura YEM sólido. De modo geral, observou-se que as estirpes provenientes do Sertão se mostraram mais tolerantes a temperaturas elevadas. O estudo dos efeitos da salinidade (NaCl), por outro lado, mostrou que a medida que a concentração do sal aumenta ha uma redução na porcentagem de estirpes tolerantes, sendo que cerca de 40% delas foram capazes de crescer em meio de cultura contendo 1% de NaCl. Na concentração de 2% de NaCl, 17% do total foram capazes de crescer, sendo que 15% eram provenientes do Sertão e 24% da Zona da Mata. Entretanto, na concentração de 3% de NaCl, apenas 12% das estirpes testadas foram capazes de crescer. Cerca de 10% das setenta e seis estirpes mostraram-se tolerantes as altas temperaturas e aos níveis de NaCl testados, sendo uma oriunda do Agreste, quatro do Sertão e duas da Zona da Mata. The selection of rhizobium strains tolerant to salinity and temperature stress, typically of semi-arid regions, enhances the chance for introducing and establishing the air nitrogen fixing bacteria and cowpea association successfully, resulting in grain yield increases. Effects of factors, such as tolerance to different NaCI concentrations (1%, 2% and 3%) and two levels of high temperature (390 C and 420 C). were studied on seventy-six rhizobium strains isolated from cowpea root nodules in order to identify the relation to the origin region and their growth habit in YEM solid culture medium. In general, it was observed that bacteria from the "Sertão" region were more tolerant to high temperatures. On the other hand, results for the salinity study showed that as the salt concentration increased, the percentage of tolerant strains decreased. About 40% of the strains were able to grow in a culture medium with 1% of NaCl. At 2% of NaCl concentration, 17% of the total strains could grow and, from this amount, 15% came from the "Sertão" region and 24% from "Zona da Mata" region. At 3% NaCI concentration, only 12% of the strains were able to grow. From the 76 strains, around 10% were tolerant to high temperatures and to the NaCl levels used, one of them from the "Agreste" region, four from the "Sertão" resigno and 2 from the "Zona da Mata" region".
Thesagro: Rhizobium
Stress
Vigna Unguiculata.
NAL Thesaurus: cowpeas.
Ano de Publicação: 2007
Aparece nas coleções:Artigo em periódico indexado (CNPAB)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Toleranciaderizobiodefeijaocaupiasalinidade.pdf68,88 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace