Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/629626
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Agrobiologia - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Data do documento: 29-Nov-2007
Tipo do Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Autoria: CURCI, V. C. L. M.
DUTRA, I. S.
DÖBEREINER, J.
LUCAS JÚNIOR, J.
Informaçães Adicionais: Vera C. L. M. Curci, APTA; Iveraldo S. Dutra, UNESP; Jürgen Döbereiner, UFRRJ; Jorge Lucas Júnior, UNESP.
Título: Pré-compostagem de cadáveres de bovinos acometidos pelo botulismo.
Edição: 2007
Fonte/Imprenta: Pesquisa Veterinária Brasileira, Rio de Janeiro, v. 27, n. 4, p. 157-161, abr. 2007.
Idioma: pt_BR
Conteúdo: Foram pré-compostados, em células individuais e isoladas, cinco cadáveres de bovinos acometidos pelo botulismo com a finalidade de monitorar a presença de esporos de Clostridium botulinum e de toxina botulínica antes e após o processo de decomposição em leira estática com fonte de carbono. O diagnóstico da intoxicação nos animais foi baseado nas características clínico-patológicas, epidemiológicas ou laboratoriais. Dos cinco bovinos com evolução clínica crônica de botulismo, cujos cadáveres foram pré-compostados, três foram acometidos pela toxina tipo D, um pelo complexo CD e um dos animais foi negativo na tentativa de detecção da toxina e de esporos da bactéria nas vísceras pelo bioensaio e neutralização em camundongo. O processo de pré-compostagem foi realizado em leira estática, com o uso de material carbonáceo umidificado como substrato e esquartejamento do animal, vedado individualmente com lona plástica e sem aeração por um período de 50 dias. A temperatura das leiras foi monitorada durante o período e oscilou de 40,5-52,4ºC. Após a abertura das leiras, pôde-se constatar a completa decomposição de todo material mole, com redução significativa do seu peso (de 26,5-44,5%), restando apenas os ossos. Não foi detectado esporo ou toxina botulínica no interior dos ossos (n=5 para cada cadáver). Nas 200 amostras examinadas do homogeneizado restante (n=40 para cada cadáver), em apenas duas amostras de uma leira foram detectados esporos de C. botulinum tipo C, enquanto que todas foram negativas para a tentativa de detecção da toxina botulínica pelo bioensaio em camundongo. Da forma como foi avaliado o processo de pré-compostagem de bovinos mortos pela intoxicação botulínica não contribuiu para a proliferação de C. botulinum. Five carcasses of cattle that died from botulism were composted in individual isolated beds with the purpose of monitoring the effect on spores of Clostridium botulinum and of botulinum toxin. The diagnosis of botulinum poisoning was based on clinical and pathological, epidemic and/or laboratorial characteristics. Of the five bovines with clinical signs of chronic botulism, three were affected by the type D toxin, one by the CD complex, and one was negative for toxin and spores of C. botulinum in the viscera using a mouse bioassay. The composting process was carried out in beds with carcasses cut up and mixed with sawdust as a carbon source. They were kept anaerobic under a plastic sheet for 50 days. The temperature of the beds was monitored during the period and oscillated from 40.5 to 52.4ºC. After this time, soft tissue had complete decomposed with a significant loss of weight (26.5-44.5%). The remaining bones no longer contained spores or botulinum toxin in the 5 samples taken from each carcass. Only 2 of the 200 samples of homogenized remaining (40 for each carcass) contained spores of C. botulinum type C. All samples were negative for botulinum toxin using the mouse bioassay. Composting carcasses of cattle that died from botulism eliminated botulinum spores and toxin from the remains.
Thesagro: Bovino
Compostagem.
Clostridium Botulinum
NAL Thesaurus: composting.
Ano de Publicação: 2007
Aparece nas coleções:Artigo em periódico indexado (CNPAB)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Precompostagemdecadaveresdebovinos.pdf227,89 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace